Anita Garibaldi: Aventuras na História ed. 167

A heroína de dois países, a Guerra das Malvinas, Napoleão contra os coelhos e mais

Redação AH

AH 167: Anita Garibaldi | <i>Crédito: Redação AH
AH 167: Anita Garibaldi | Crédito: Redação AH

Anita Garibaldi: A heroína de dois países

Maria Bonita e Lampião, Bonnie e Clyde, Anita e Giuseppe: mais que amantes, foram companheiros de armas, combates, conquistas e fugas. A história de Anita daria um filme de ação. Várias vezes ela lutou com armas de fogo. Capturada em combate, fugiu embrenhando-se pela mata por mais de uma semana. Salvou o filho recém-nascido partindo a galope, seminua, no meio da noite. Em Montevidéu teve mais três filhos enquanto o marido lutava ao lado dos republicanos uruguaios. Foi para a Itália, acompanhou muitas vitórias e derrotas de Garibaldi em batalhas e, mesmo sem lutar, cuidou de feridos e organizou hospitais. Conheceu reis e revolucionários. Foi perseguida até morrer. “Virou um mito”, como diz Paulo Markun, biógrafo de Anita e autor de Anita Garibaldi: Uma Heroína Brasileira. 


Nesta edição

► 35 anos da GUERRA DAS MALVINAS. Ou seriam as Falklands?
► Por que o governo saudita DESTRUIU quase todos os monumentos islâmicos em Meca e Medina
 Como fazíamos sem... CINEMA
► Arte e HistóriaJUDITE DECAPITA HOLOFERNES, um marco do feminismo
O bom, o mau e o feio: o lado ruim de MAHATMA GANDHI, o lado bom de GENGIS KHAN NOVA SEÇÃO! 
► História Ilustrada: Tudo sobre A ESPADA
► História Maluca: Napoleão foi derrotado por um bando de COELHOS
► Viagem com História: BRUXELAS
AH10+: 10 mitos sobre o NAZISMO
► Mary del Priore: A mudança na ARQUITETURA do Império
► José Renato Santiago: A arrancada HERÓICA
► Foto-História: SAMURAIS na Guerra de Boshin

VEJA MAIS:

Conecte-se

Revista Aventuras na História