Em números: Cuba vs Brasil, de 1958 até hoje

O grande tira-teima: quem progrediu mais?

Redação AH

Bandeiras do Brasil e Cuba | <i>Crédito: Istock
Bandeiras do Brasil e Cuba | Crédito: Istock

Fidel não fundou um país do nada. Quando ele achou a cadeira abandonada por Fulgêncio e nela se sentou em 1959, Cuba era, em vários aspectos, um dos mais avançados países da América Latina. Entre eles, Cuba tinha a segunda melhor renda per capita e o menor índice de mortalidade infantil – que, aliás, batia vários países de primeiro mundo. Enquanto há avanços inegáveis em áreas como educação e atendimento médico, ficou para trás em economia – e, não é mistério, em coisas relacionadas à liberdade de expressão, como o uso de internet. Trazemos aqui os avanços de Cuba em paralelo com os de um país não exatamente famoso por um desenvolvimento social vertiginoso: nosso Brasil. Tire suas próprias conclusões. 


1958




Hoje



VEJA MAIS:

Conecte-se

Revista Aventuras na História