49. Júlio César

A morte do grande ditador

Leandro Steiw Publicado em 01/07/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

A versão cinematográfica da peça de William Shakespeare conta o assassinato de Júlio César em 44 a.C. sob a alegação de que ele se tornaria um tirano. Apesar do apoio popular inicial, os planos de Cássio e Brutus desmoronam depois do discurso inflamado de Marco Antônio – interpretado por Marlon Brando, em um de seus grandes momentos. Os dois são obrigados a fugir e acabam dividindo o Exército romano. Uma parte pequena segue os conspiradores. A maioria prefere Marco Antônio e Otávio, que fazem valer a superioridade numérica. No entanto, os dois traidores estão dispostos a tudo para não ser capturados pelos legalistas de César.

[Título original] Julius Caesar

[País] Estados Unidos

[Ano] 1953

[Direção] Joseph L. Mankiewicz

[Elenco] Marlon Brando, James Manson, John Gielgud, Louis Calhern, Edmond O’Brien, Greer Garson, Deborah Kerr, George Macready

[Preço do DVD] US$ 20 (importado)

Difícil de encontrar

Fique de olho

Como em toda grande produção, dá para encontrar mancadas: um popular usa óculos – que ainda não existiam – no início do filme e um busto do imperador Adriano, que nasceria 120 anos depois, aparece duas vezes no cenário.