Antes do lazer, o trabalho

Patinação no gelo teria surgido por necessidade

Felipe Van Deursen Publicado em 01/02/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Além de competições excêntricas (carregamento de esposas, arremesso de telefone celular e air guitar, o famoso torneio de guitarras imaginárias) e saunas de vários tipos, a Finlândia é conhecida como a “terra dos mil lagos”. Para suprir a necessidade de se atravessarem esses lagos com menos esforço, os finlandeses teriam criado a patinação no gelo, segundo uma pesquisa recente da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha.

Os patins encontrados têm provavelmente 5 mil anos. Eles eram feitos de ossos de cavalo e vaca e presos ao pé por fitas de couro. Galhos eram usados como bastões. Mas a velocidade alcançada pelos patins não superava a de um homem andando, o que levou os pesquisadores a tentar entender por que os finlandeses os criaram. Os cientistas construíram réplicas e convidaram ex-patinadores profissionais para experimentá-las. O resultado mostrou que em viagens de 9,6 quilômetros a economia de energia seria de 10% na Finlândia, um rendimento bem maior que nos vizinhos escandinavos.