Arsenal da Guerra Fria - pau a pau

Pelo ar ou pelo mar, o que importava era ter capacidade de retaliar

Fabiano Onça Publicado em 01/07/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Se durante a Primeira Guerra o grande engenho foi a metralhadora, e na Segunda Guerra o uso extensivo de blindados, durante a Guerra Fria o que fazia pender os pratos da balança era a capacidade de dissuasão nuclear. Aviões, submarinos, mísseis balísticos intercontinentais . – valia de tudo para manter o inimigo sob ameaça em várias frentes.

TUPOLEV-160

O que era? O código Otan deste bombardeiro estratégico é Blackjack. Ele entrou em serviço em 1987, superando seu nêmesis americano, o B-1 Lancer. Maior bombardeiro pesado já construído, tem capacidade para levar mísseis de cruzeiro, mísseis de curto alcance e mísseis com ogivas nucleares.

Por que foi importante? O Tupolev é um milagre da engenharia. O design é da Myasishchev, mas o avião foi executado em parceria com a Tupolev. As asas de geometria variável permitem uma angulação entre 20 e 65 graus, e sua alta manobrabilidade lhe possibilita trabalhar em velocidades subsônicas ou supersônicas.

Ficha técnica

Comprimento: 54,1 m

Envergadura: 55,7 m

Altura: 13,1 m

Velocidade máxima: 2 220 km/h

Altitude máxima: 15 000 m

Peso máx. decolagem: 275 t

Tripulação: 4 homens

AKULA

O que era? Conhecido no código da Otan como “Typhoon” (Tufão), os veículos da classe Akula (Tubarão, em russo) são os maiores submarinos lançadores de mísseis balísticos nucleares em operação no mundo. No cinema, a aparição mais popular é no filme Caçada ao Outubro Vermelho.

Por que foi importante? O Akula podia manter-se submerso, em condições normais, por 180 dias. Porém, no caso de uma hecatombe nuclear, o prazo subia para quase o dobro disso. Uma de suas mais mortíferas características era a capacidade de passar praticamente despercebido, graças ao material anti-ruído colocado entre as cinco camadas de seu casco, e também a seu porte, que diminuía a resistência com a água, gerando menos ruído. Atualmente, apenas o primeiro submarino da série, o Dmitri Donskoi, permanece na ativa.

Ficha técnica

Comprimento: .175 m

Largura máxima: 23 m

Calado: 12 m

Deslocamento (superfície): 23 200 – 24 500 t

Deslocamento (submerso): 33 800 – 48 000 t

Velocidade superfície: 12 nós

Velocidade submerso: 27 nós

Profundidade máxima:400 m

Tripulação: 163 homens

Armamento: 20 mísseis RSM-52 Sturgeon, torpedos Tipo 53 e 55

B-52 Stratofortress

O que era? O B-52 era – e ainda é, já que permanece em serviço – um bombardeiro pesado subsônico. Multitarefa, é capaz de transportar não só armamento convencional, como também mísseis balísticos nucleares de curta distância, caso do lendário míssil nuclear Hound Dog, utilizado na década de 60.

Por que foi importante? Foi um dos maiores símbolos da Guerra Fria. Na década de 60, no auge da paranóia, os americanos mantinham vários destes enormes aviões voando próximos à União Soviética, carregados com armas nucleares, para o caso de uma intervenção de emergência durante um conflito nuclear.

Ficha técnica

Comprimento: 48,5 m

Envergadura: 56,4 m

Altura: 12,4 m

Velocidade máxima: 1 000 km/h

Altitude máxima: 17 000 m

Peso máx. decolagem: 220 t

Tripulação: 5 homens

R36M

O que era? Míssil balístico intercontinental com dois estágios, designado pela Otan como SS-18 Satan. Tinha a capacidade de carregar múltiplas ogivas e causar dano superior ao de qualquer contraparte americana.

Por que foi importante? O R36M foi o responsável por “igualar” a União Soviética aos Estados Unidos em termos atômicos, possibilitando aos comunistas uma “janela” onde poderiam, caso atacassem primeiro, destruir os silos de mísseis balísticos inimigos – impedindo assim uma retaliação americana em larga escala.

Ficha técnica

Comprimento: 32,2 m

Diâmetro: 3,05 m

Velocidade: 7,9 km/h

Alcance: 11 200 km

Peso (lançamento): 210 t

Ogiva: 1 (18 a 25 megatons)

Precisão: de 500 a 1 000 metros do alvo (dependendo da fonte)

AGM-28 “Hound Dog”

O que era? O “Hound Dog” foi o primeiro míssil com capacidade nuclear desenvolvido pelos Estados Unidos apto para ser lançado diretamente do ar, pelos bombardeiros estratégicos. Uma das explicações para seu curioso nome (um tipo de cão de caça) é a popular canção de Elvis Presley, muito em voga no país à época do início da produção do armamento, em 1959.

Por que foi importante? Este míssil ampliou sobremaneira a capacidade dos Estados Unidos de nocautear a União Soviética logo de cara, durante um conflito nuclear. Embora tivesse um alcance relativamente modesto, e também não tivesse uma ogiva potente (no máximo, 1,1 megaton), o míssil inovou em diversas áreas técnicas, como seu sistema de reconhecimento de terreno.

Ficha técnica

Comprimento: 12,95 m

Envergadura: 3,66 m

Peso (carregado): 4,5 t

Diâmetro: 0,71 m

Velocidade máxima: 2 570 km/h

Alcance: 1 100 km