Que bafo...de alho!

Que bafo...de alho!

Flávia Pinho Publicado em 01/06/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Até hoje o alho tem fama de ser um remédio milagroso para todos os males. E isso vem de longe. Usado como anti-séptico, ele mostrou-se tão poderoso que, reza a lenda, tem até poder de afastar maus espíritos. Mas esse tempero tem um passado negro. Na Antiguidade, alho era coisa de pobre, e esse preconceito perdurou por séculos. Segundo a jornalista Rosa Nepomuceno, no livro Viagem ao Fabuloso Mundo das Especiarias, “o rei Afonso, de Castela – uma das regiões da Espanha –, no fim do século 14, não recebia em audiência quem viesse com hálito de alho”.