Cabra da peste

Cabra da peste

Lívia Lombardo Publicado em 01/06/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Empregada para designar um indivíduo bom, confiável e, principalmente, corajoso, essa locução tipicamente nordestina em nada tem a ver com a coitada da fêmea do bode. Cabra, no Nordeste brasileiro, é sinônimo de homem. Assim, é comum na região expressões como “cabra bom”, para se referir a alguém decente, ou “cabra besta”, para alguém considerado um orgulhoso sem razão.

Mas por que “da peste”? A razão é que epidemias eram um mal muito comum na região no começo do século 20 e, com a falta de recursos da população, tornavam-se muito perigosas e levavam à morte.

Dessa forma, quando alguém ficava doente, todos se afastavam com medo de serem contaminados pelo “cabra da peste”. A expressão acabou, mais tarde, tornando-se sinônimo de alguém que, por sua valentia, causa medo nas pessoas, a ponto de afastá-las.