O Calcanhar de Aquiles: Sobre a Grécia, sem ser grego

O Calcanhar de Aquiles: Sobre a Grécia, sem ser grego

Cláudia de Castro Lima Publicado em 01/05/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Durante as Olimpíadas na Grécia antiga, as pessoas disputavam provas de poesia. E os atletas, em determinada época, resolveram competir nus. Histórias curiosas assim sobre a Grécia da Antiguidade formam a essência de O Calcanhar do Aquiles (Arquipélago Editorial). O jornalista Duda Teixeira passou os últimos dez anos dedicado, por puro prazer, à pesquisa de fatos sobre gregos. O resultado é um livro divertido e de fácil leitura. Que de grego só tem os personagens.

Trecho do livro

"Hipócrates tinha seus métodos próprios, é verdade. Com freqüência, aconselhava os pacientes a tomar um pouco de ar livre, comer mingau de cevada e mel, praticar sexo, fazer exercícios e tomar banho de mar. (...) Cauteloso, só fazia cirurgia em casos extremos. Usava facas e bisturis. Em doentes com traumatismo na cabeça, usava um instrumento cirúrgico para perfurar o crânio e aliviar a pressão. (...) Quando uma grávida saudável demorava muito para ter a criança, Hipócrates recomendava que se recorresse a uma incisão nas veias do tornozelo para tirar o sangue. Sempre orientando para não enfraquecer demais a paciente."