Cidade malcheirosa

Cartas descrevem Londres no século 17

02/06/2009 03h49 Publicado em 02/06/2009, às 03h49 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Um lugar sujo e muito violento. Assim era Londres, em 1605, de acordo com relatos da missionária espanhola Luisa de Carvajal (1566-1614). Um novo estudo da Universidade de Oxford reúne trechos de 150 cartas, que descrevem a capital inglesa da época como um lugar muito mais bárbaro que Madri, a cidade natal da autora. Londres era um lugar sem rede de esgotos, com 25 ladrões enforcados por mês e cenouras transportadas nas mesmas carroças que carregavam cadáveres. Quanto aos vizinhos, 200 mil pessoas que se espremiam em uma área de 2 quilômetros quadrados, a missionária afirmava: "Às vezes me acordam de madrugada com os barulhos que fazem. Tudo o que você ouve é carne sendo moída e pessoas comendo e bebendo".