Deixa de nhemnhemnhém!

Expressão vem dos índios da época do descobrimento

Bruno Vieira Feijó Publicado em 01/11/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Usada quando queremos encerrar uma conversa fiada e interminável, “deixar de nhenhenhém” é uma adaptação brasileira dos verbos em tupi “nhe’eng”, que corresponde a “falar”, e “nheéng nheéng”, algo como “teimar”, “dar muitas razões”, segundo Antenor Nascentes em seu Dicionário Etimológico, de 1966. Quando os portugueses aportaram no Brasil, em 1500, os índios não entendiam nada daquela falação estranha e diziam entre eles que os colonizadores ficavam de “nheeng-nheeng-nheeng”, ou seja, “falar-falar-falar”.