Escambo pirata

Roupa francesa de 500 anos é achada em aldeia no Rio

Isabela Flórido Publicado em 01/01/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Uma cota de ferro do século 16 – aquela roupa de guerra usada por cavaleiros na Europa medieval – foi descoberta numa antiga aldeia de índios tupinambás, em Araruama, Rio de Janeiro. Feita com elos de ferro, pode ter sido trazida da França há quase 500 anos por piratas ou corsários – que provavelmente a trocaram por pau-brasil.

A roupa – rara e cara já naquele tempo – foi achada durante uma extração ilegal de areia, num dos 230 sítios arqueológicos da Região dos Lagos. “Encontramos também contas de vidro colorido e facas, oferecidas pelos brancos em troca do pau-brasil”, diz a arqueóloga Angela Buarque, do Museu Nacional. “Esse material ajudará a conhecer melhor a história dos primeiros contatos entre nativos e europeus.”