Farinha, Feijão e Carne-Seca: Água na boca

Farinha, Feijão e Carne-Seca: Água na boca

Ernani Fagundes Publicado em 01/01/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Sem muitas opções, fazer uma boa refeição no Brasil colonial era um problema. Os alimentos vindos da Europa apodreciam nas longas viagens de navio antes mesmo de chegar às mesas. Essa escassez de comida propiciou o surgimento dos tradicionais pratos regionais. Em Farinha, Feijão e Carne-Seca (Senac), a antropóloga Paula Pinto e Silva descreve toda a criatividade de nossa culinária – dos doces em compotas como sobremesa até as soluções para matar a fome, como rapadura com farinha, feijoada e delícias de milho.