Fileiras abertas

Imigrantes podem reforçar tropas dos Estados Unidos

Guilherme Gorgulho Publicado em 01/02/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

O Senado americano discute um projeto de lei que visa a resolver o problema da escassez de soldados. A idéia é permitir que imigrantes ilegais obtenham a cidadania ao se alistar nas Forças Armadas. A proposta do senador democrata Richard Durbin, chamada de Dream Act, permitiria que ilegais que cursam o segundo grau conquistem o status legal, caso freqüentem curso superior ou sirvam no Exército durante ao menos dois anos. Se aprovada, a medida abrangeria jovens que chegaram aos EUA antes dos 16 anos, apresentem atestado policial de bons antecedentes, comprovem ter vivido no país por pelo menos cinco anos e tenham idade inferior a 30 anos na data da aprovação da lei. O projeto sofreu um revés recentemente em uma discussão preliminar no Senado ao ser adiada, mas ainda voltará para debate em plenário. Congressistas conservadores qualificaram a iniciativa como uma “anistia indireta” que poderia beneficiar mais de um milhão de ilegais.