Flyer, o avião dos irmãos Wright

O avião fabricado pelos irmãos Wright chamava-se Flyer (Voador) e era um biplano. Foi Orville Wright quem pilotou o primeiro vôo controlado dos irmãos, em 17 de dezembro de 1903, na cidade de Kitty Hawk, na Carolina do Norte

Texto: Patrícia Pereira Publicado em 01/09/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Equilíbrio

A asa direita era 10 centímetros mais longa do que a esquerda para compensar o peso do motor, localizado à direita do piloto.

Estabilizadores frontais

Pequenas asas com superfícies ajustáveis, usadas para resolver problemas de perda súbita de sustentação.

Motor

De 12 cavalos, foi fabricado pelos próprios irmãos Wright. Ficava à direita do piloto e fazia girar duas hélices propulsoras.

Hélices

Eram duas, de madeira. Ficavam atrás das asas, uma de cada lado, e giravam em sentido contrário.

Asas flexíveis

Cordas atadas às pontas das asas podiam ser puxadas ou afrouxadas pelo piloto, em um sistema que possibilitava ao avião girar em seu eixo longitudinal ou vertical. Com isso, passaram a controlar a inclinação da aeronave.

Leme móvel

Antes de se instalar esta parte, ao fazer uma leve curva no ar, o planador girava de maneira muito abrupta. O descontrole foi apelidado por Orville de “escava-poço”. O leme duplo e móvel permitiu ao piloto controlar o aeroplano.

Ficha técnica

Extensão das asas: 12,3 metros (a direita era 10 centímetros maior do que a esquerda)

Comprimento: 6,4 metros

Peso: 274,4 quilos (sem o piloto) ou 341 quilos (com o piloto)

Motor: horizontal, de 4 cilindros e 12 cavalos