Forças Armadas de Israel: é proibido perder

Em 2007, Israel gastará 12 bilhões de dólares com as suas Forças Armadas - duas vezes mais que todos os seus vizinhos árabes juntos. Veja por que o país é hoje uma potência militar sem adversários no Oriente Médio

Eduardo Lima Publicado em 01/05/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

F-16I

Pequeno, ágil e versátil, este caça costuma ser equipado com mísseis Derby e Python-5, ambos de fabricação israelense. Sua autonomia garante a possibilidade de ataques a países distantes, como o Irã ou a Líbia.

Fabricação: EUA

Velocidade máxima: 2 173 km/h

Mísseis: Derby e Python-5

HERON

O Heron é um avião telecomandado projetado para missões táticas ou estratégicas, como espionagem ou reconhecimento de território inimigo. Ele voa a até 10 mil metros de altitude e pode ser controlado, via satélite, a 350 quilômetros de distância.

Fabricação: Israel

Comprimento: 8,5 m

Envergadura: 16,6 m

Autonomia: 45 horas

SHARAF

Versão adaptada do americano Apache, este helicóptero pode ser usado tanto como arma de ataque quanto de defesa. Conta com os mais modernos sistemas de radar, navegação e seleção de alvos. O Sharaf ganha altura rapidamente, mesmo quando voa para trás.

Fabricação: EUA

Velocidade máxima: 320 km/h

DOLPHIN

Construído na Alemanha sob encomenda da Marinha israelense, o submarino Dolphin conta com o que há de mais moderno – e caro – em sistemas de navegação e combate. Ele pode ser carregado com até 16 mísseis ou torpedos. As Forças de Defesa de Israel não admitem, mas especula-se que os tubos lança-torpedos deste submarino seriam capazes de disparar mísseis nucleares do tipo Popeye Turbo, com alcance de 1,5 mil quilômetros.

Fabricação: Alemanha

Profundidade máxima: 200 m

Poder de fogo: Até 16 mísseis ou torpedos e minas

TAVOR

Desenvolvido por Israel em 1991, este fuzil de assalto já deveria ter substituído o M16. Mas ainda é usado apenas por oficiais de alto escalão e unidades de infantaria do Exército, como as brigadas Golani e Givati. É bem mais leve que seus concorrentes diretos.

Fabricação: Israel

Calibre: 5.56 mm

Poder de fogo: 750 a 900 disparos por segundo

NEGEV

Não é à toa que esta metralhadora leva o nome do deserto israelense. A Negev é considerada uma das armas mais confiáveis e resistentes nesse tipo de ambiente. Fabricada em Israel, foi largamente utilizada durante a Intifada de Al-Aqsa e na Segunda Guerra do Líbano.

Fabricação: Israel

Calibre: 5.56 mm

Poder de fogo: 650 a 950 tiros por minuto, dependendo da versão

M16

Este fuzil de assalto é a arma de uso diário para a maioria dos soldados israelenses. De fabricação americana, o M16 faz de 750 a 900 disparos por minuto, dependendo da versão. É o mais fabricado na história entre os fuzis de seu calibre.

Fabricação: EUA

Calibre: 5.56 mm

Poder de fogo: 750 a 900 disparos por segundo, dependendo da versão

MERKAVA 4

Este é o tanque mais poderoso de Israel. O Merkava foi desenvolvido com um objetivo principal: manter sua tripulação – comandante, piloto, carregador e artilheiro – segura e protegida. Ele é equipado com metralhadoras de 7.62 milímetros e um sistema capaz de disparar morteiros com precisão a até 2,7 quilômetros de distância. O maior poder de fogo deste tanque, no entanto, está em seu canhão de 120 milímetros, que pode ser disparado com o veículo em movimento.

Fabricação: Israel

Canhão: 120 mm

Metralhadoras: 7.62 mm

Morteiros: 60 mm

ARROW 2

Desenvolvido em Israel, o Arrow 2 é o sistema de defesa estratégica das áreas mais populosas. Uma de suas baterias antimísseis fica perto de Tel-Aviv. A outra está localizada ao sul de Haifa, terceira maior cidade israelense. O sistema é móvel e pode ser deslocado com muita rapidez.

Fabricação: Israel e EUA

Velocidade dos mísseis: 9 mil km/h

Interceptação: entre 10 e 50 km de altitude e 90 km de distância

HARPY

Invenção israelense, o Harpy detecta, ataca e destrói radares inimigos. Ele pode ser disparado de um veículo em terra ou de uma embarcação em alto-mar. Depois de lançado, este “míssil inteligente” compara os sinais de radar a seu alcance com os sinais armazenados em uma memória interna. Quando uma fonte emissora hostil é identificada, o Harpy segue em sua direção até atingi-la.

Fabricação: Israel

Comprimento: 2,1 m

Envergadura: 2,7 m

Alcance: 500 km

Mulheres a postos

Em Israel, mulheres também entram para o Exército. O serviço militar dura dois anos para elas e três anos para os homens. E mais: todo reservista ainda é obrigado a prestar um ou dois meses de serviço por ano, mesmo que já tenha se formado na universidade e esteja trabalhando. Cidadãos de origem árabe são excluídos do serviço militar obrigatório desde a fundação do Estado, em 1948, e estudantes de seminários rabínicos estão isentos.