Fortificação: Velho do Rio

Fortificação de 500 anos é encontrada sob a antiga Sé.

Flávia Ribeiro Publicado em 01/12/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Arquivo Aventuras

Um pedaço da base de uma paliçada – fortificação de madeira – construída provavelmente em 1504 pelos colonizadores portugueses foi encontrado por arqueólogos que trabalham na restauração da Igreja de Nossa Senhora do Carmo, a antiga Sé do Rio de Janeiro. É o primeiro registro arqueológico de ocupação portuguesa no Rio, anterior até mesmo à fundação da cidade, em 1565. Embaixo da igreja também havia restos de fogueira, ossadas e uma machadinha de pedra.

As escavações fazem parte de um projeto de 11 milhões de reais para recuperar a igreja. O local serviu de palco para, entre outras cerimônias, a sagração de dom João VI como rei de Portugal, Brasil e Algarves e o casamento de dom Pedro I com Leopoldina. A reinauguração da antiga Sé está prevista para o dia 8 de março, como parte das comemorações dos 200 anos da chegada da família real ao Brasil.