Games de guerra: aviões de lona e corações de ferro

Games de guerra: aviões de lona e corações de ferro

01/11/2006 00h00 Publicado em 01/11/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

O novo interesse de Hollywood por filmes históricos está sendo bom não somente para o cinema, mas também para os games. É o caso de Flyboys, filme sobre a esquadrilha Lafayette, formada por voluntários norte-americanos que voaram sob a bandeira francesa durante a Primeira Guerra Mundial. O game, de mesmo título, é um MMORPG (jogos em que milhares de participantes se divertem simultaneamente em rede). Por conta disso, prepare-se para toda aquela hierarquia que esse tipo de jogo tanto adora. Você começa como um "Novice" e, conforme vai se destacando, pode chegar a um "Ás", comandando um esquadrão.

O jogo conta com dez tipos populares de aviões, como os Camels aliados utilizados pelo ás James McCudden e os Fokker Triplanos do Barão Vermelho, todos com uma física bem razoável de vôo. Mas o que pega mesmo é a inteligência artificial, que está ótima. Ela responde de modo dinâmico à atividade humana (isto é, você e seus amigos dementes que estão destruindo tudo o que vêem pela frente). Ou seja, banque o herói e logo haverá um enxame de inimigos sobre você.

Primeira Guerra - Falcon 4.0:

Finalmente, a chegada de Flyboys, com 12 missões-solo (mais três missões grátis, caso você se registre), remedia, ou pelo menos alivia, um longo vácuo neste gênero de jogos, que já contou com títulos como Red Baron 3D e Wings of War.

Segunda Guerra - IL-2 Sturmovik: The Forgotten Battles

Continuação do IL2 original, basicamente mostra o que ninguém viu: as batalhas aéreas no front oriental. A física é soberba, os detalhes de cada avião são muito bons e até a vista aérea das cidades impressionam. São 20 missões-solo nas quais você defende pontes vitais, ataca alvos em terra e tenta se defender dos ferozes FW-190 alemães.

Guerra Fria - Wings Over Europe: Cold War Gone Hot

Aqui você pilota máquinas como os lendários F-100 Super Sabre, F-105 Thunderchief, F-4 Phantom II, A-10 Thunderbolt II e o ícone dos anos 80, o britânico Harrier. O bom é que em muitos destes modelos a aproximação visual não é feita por radar. O ruim é que a parte gráfica dos terrenos e rios deixa muito a desejar.

Tempos modernos - Falcon 4.0: Allied Force

A estrela do jogo, óbvio, é o F-16 Fighting Falcon, um caça multitarefas que, na vida real, foi largamente utilizado na Bósnia e no Iraque. E a graça é que ele simula perfeitamente a legendária flexibilidade deste caça. Prepare-se para missões de combate, bombardeio e até infiltração evitando radares. Mas não espere moleza.