Guardado a sete chaves

Na frase original, as chaves eram apenas quatro

Bruno Vieira Feijó Publicado em 01/03/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Desde o século 13, existiam em Portugal baús usados para guardar jóias e documentos da corte. Tinham quatro fechaduras e só podiam ser abertos por quatro chaves distribuídas entre funcionários do reino. Com o tempo, os baús caíram em desuso. E algo que antes estava bem guardado a “quatro chaves” se transformou em guardado a “sete chaves” por causa do misticismo no número 7. Ele vem de religiões primitivas babilônicas e egípcias, que cultuavam os sete planetas conhecidos na época. Na Idade Média, por exemplo, os testamentos romanos eram lacrados com sete selos na presença de sete testemunhas.