Heróis da América: Enciclopédia do Pan

Heróis da América: Enciclopédia do Pan

Cláudia de Castro Lima Publicado em 01/08/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Atletismo, esgrima, equitação, natação, saltos ornamentais e tênis. Das 20 modalidades esportivas disputadas no primeiro Pan-americano, em 1951, na Argentina, as mulheres só participavam dessas seis. Histórias assim estão em Heróis da América (Planeta), uma enciclopédia sobre o assunto – encadernada, aliás, como tal, com capa dura e tamanho grande – escrita pelo jornalista Odir Cunha. Cheio de imagens, o livrão traz curiosidades, quadros de medalhas e a participação brasileira em cada um dos Pan.

Trecho do livro

"A partir do Pan-americano de Cali, Colômbia, os cubanos passaram a desafiar o predomínio norte-americano nos Jogos. Como resultado da política de Fidel Castro, que via no esporte não só uma forma de educação dos jovens, mas também de propaganda do regime comunista implantado na ilha, o esporte cubano, assessorado por técnicos soviéticos e de países da Europa oriental, mostrou um progresso espantoso – principalmente no boxe, levantamento de peso, ginástica masculina, luta e vôlei – e saltou para a segunda posição nas Américas."