Os Jogos, ontem e hoje

Algumas das competições do passado ainda são praticadas

01/08/2008 00h00 Publicado em 01/08/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Na Antiguidade, as provas eram concentradas em pouco tempo. Uma semana separava os atletas do anonimato ou da consagração. No início, os Jogos incluíam corrida, corridas de biga, pugilismo, pancrácio (um tipo de luta livre) e pentatlo (salto em distância, corrida, lançamento de dardo, arremesso de disco e luta). Não havia uniformes; os concorrentes ficavam nus, ou apenas com alguns acessórios, como as tiras de couro usadas nas mãos dos pugilistas.

Interrompidos no século 4, os Jogos foram retomados no século 19, por esforço do barão francês Pierre de Coubertin (1863-1937). Pedagogo interessado em usar o esporte para formar cavalheiros, em 1894 ele aproveitou uma reunião de atletas em Paris para sugerir a retomada dos ideais clássicos. Dois anos depois, acontecia na Grécia a primeira edição das Olimpíadas modernas. Uma coisa não havia mudado: nos Jogos do barão, só homens participavam.

 

Três momentos

As principais modalidades em diferentes épocas

Corrida antiga

Desde 720 a.C., quando Orsipos abandonou as roupas durante uma prova, os gregos corriam nus. Não havia prova de maratona. A corrida mais respeitada era a de 192 metros.

Disco antigo

A prova de arremesso fazia parte do pentatlo. Não era permitido girar o corpo antes de lançar o disco, que era feito de bronze ou ferro e chegava a pesar 8 quilos.

Corrida atual

As roupas e os tênis são mais leves e o controle do tempo ficou mais preciso. Em Atenas 2004, a maratona foi vencida em 2 horas, 10 minutos e 55 segundos.

Corrida em 1896

Os atletas usavam roupas largas e pesadas. Na primeira maratona da História, o vencedor, o grego Spiridon Louis, demorou 2 horas, 58 minutos e 50 segundos.

Disco em 1896

O lançamento virou uma prova independente, e o disco passou a pesar 2 quilos. O vencedor foi o norte-americano Robert Garrett, que alcançou a distância de 29,15 metros.

Bigas antigas

O hipismo surgiu nas corridas de biga, promovidas entre carroças de até quatro animais. O vencedor não era o jóquei, mas o dono do veículo.

Hipismo em 1896

A primeira competição olímpica de hipismo aconteceu nos Jogos de Paris, em 1900. Foram disputadas cinco modalidades, e apenas cinco países competiram.

Hipismo atual

As modalidades estão reduzidas a três: saltos, adestramento e concurso completo de equitação. É o único esporte dos Jogos em que homens disputam contra mulheres.

Luta em 1896

A primeira Olimpíada moderna teve apenas luta greco-romana. Participaram cinco atletas, e a disputa final durou 40 minutos.

Luta moderna

As provas são divididas em etapas com tempo contado. Além disso, sistemas de pontuação substituem as antigas disputas até a morte.

Luta antiga

A coisa era sangrenta. No pancrácio, os atletas lutavam, sem contagem de tempo, até a morte de um deles. Só não valia morder o oponente ou arrancar seu olho.

Disco hoje

Em 2004, o índice de Garrett não valeria para nada. O campeão, Virgilijus Alekna, da Lituânia, lançou seu disco a 69,89 metros.

 

Os super-homens

Uma galeria dos maiores atletas antigos

Milo de Crotona século 6 a.C - Seis vitórias olímpicas em luta

Leônidas de Rodes século 2 a.C - Quatro vitórias em corridas

Arrichion século 2 a.C - Duas vezes campeão no pancrácio

Theagenes de Thasos século 5 a.C - Também foi bicampeão no pancrácio