Jornal mais velho do mundo só online

Fundado em 1645, o mais antigo jornal em circulação está disponível apenas na Internet

Rodrigo Cavalcante Publicado em 01/04/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Quando a rainha Cristina da Suécia ordenou a impressão, em 1645, do jornal Post-och Inrikes Tidningar (em português, “Correio e Tendências Domésticas”), ele era um panfleto pregado em pontos estratégicos que trazia informações sobre os assuntos de Estado para os súditos da rainha. Mais de três séculos depois, o jornal governamental, cuja circulação recente não passava de 1500 exemplares por dia, deixou de ser impresso e agora só pode ser lido na internet (para quem sabe sueco, o endereço é www.poit.org).

“Acredito que essa decisão seja um desastre cultural”, disse o sueco Hans Hol, que foi editor-chefe do jornal durante 20 anos. Segundo a Associação Mundial de Jornais, com sede em Paris, o periódico não perderá, contudo, o título. “Um jornal online é ainda um jornal. Por isso, ele continuará em nossa lista como o mais antigo em circulação no mundo”, disse o porta-voz da associação, Larry Kilman.