Ligação entre mares existe há 4 mil anos

Idéia de ligar os mares existe desde a época dos faraós

Vitor Orlando Gagliardo Publicado em 01/03/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

De acordo com o historiador grego Heródoto, a idéia de ligar mares surgiu entre os egípcios por volta do século 5 a.C. Segundo Pedro Paulo Funari, arqueólogo da Universidade Estadual de Campinas, não havia na época um canal entre o Mediterrâneo e o mar Vermelho, como se ­supõe. “Mas houve canais entre o rio Nilo e o mar Vermelho que ligavam esses mares”, diz. No reinado do faraó Senuseret III, que durou entre 1878 e 1842 a.C., o tal canal foi escavado unindo o Nilo ao Vermelho. Dario, rei persa que conquistou o Egito no século 5, terminou a obra. Ptolomeu II Filadelfo, rei egípcio, voltou a mexer no canal perto de 250 a.C. Outros tantos canais foram abertos desde então, até a construção do Canal de Suez no século 19. V.O.G.

É o canal

Teve Verdi na inauguração

Aída na festa

Para comemorar a inauguração do canal, em 1869, o governo do Egito contratou o compositor italiano Verdi para contar a história do país. Ele não conseguiu terminar a tempo a ópera Aída. Acabou apresentando Rigoletto.

Egito e Panamá

O empresário Ferdinand Lesseps construiu os dois canais mais famosos do mundo. Fez o de Suez e o do Panamá, mas não terminou este devido à acusação de fraude. Os Estados Unidos o inauguraram em 1914.

Tropas brasileiras

Após a campanha nacionalista de Nasser e a guerra, a Organização das Nações Unidas enviou, em 1957, uma tropa de paz. O Brasil integrou a missão com cerca de 6200 soldados (Batalhão de Suez). A retirada das tropas foi em 1967.