Mangá: Jesus Cristo, vingador solitário

Adaptação traz versões inusitadas dos personagens da Bíblia

Carlos Minuano Publicado em 01/05/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Um personagem improvável acaba de invadir o universo dos mangás. Trata-se de Jesus, que, em livro recém-lançado nos Estados Unidos e no Reino Unido, surge em versão turbinada, no melhor estilo japonês de histórias em quadrinhos. Na versão apresentada por The Manga Bible: From Genesis to Revelations (“A Bíblia mangá: do Gênesis ao Apocalipse”, sem edição em português), Cristo é um ninja solitário. Com capuz e ar sombrio, ele luta contra gângsteres numa cidade decadente, cheia de motoqueiros punks e tipos estranhos.

Quem assina a obra é o inglês de ascendência nigeriana Ajinbayo Akinsiku, mais conhecido como Siku. Para conceder novos ares às antigas escrituras, ele omitiu algumas histórias da Bíblia, como o sermão da montanha de Jesus, deu preferência às cenas com ação e inventou passagens de humor. Além disso, personagens ganharam versões inusitadas. Abraão, por exemplo, foge a cavalo de uma explosão enquanto tentar salvar seu sobrinho Lot. E Og, rei de Bashan e inimigo dos hebreus, se parece com Darth Vader, o vilão da série cinematográfica Star Wars.

A releitura fez sucesso. Só no Reino Unido, 50 mil cópias foram vendidas no primeiro mês, para surpresa do próprio autor. “Não sei o porquê de tanto fascínio”, diz Siku, que é teólogo e adepto fervoroso da igreja anglicana. O artista diz que, para alcançar o resultado final, compôs as cenas imaginando um filme. “Optei por uma versão contemporânea e me concentrei em construir uma narrativa dinâmica.”

A Bíblia em mangá é uma nova onda no mercado literário, mas não é de hoje que artistas retratam histórias do livro. No século 19, o pintor francês Gustave Doré (1832-1883) ilustrou uma famosa tradução, chamada Bible de Tours. A primeira Bíblia ilustrada é ainda mais antiga. Ela saiu das oficinas do livreiro alemão Anton Koberger no ano de 1475.

 

Em quadrinhos

As mais recentes versões animadas do livro sagrado

Desenhos fofos

Criado por três japoneses, o livro Manga Messiah (“Messias mangá”, sem tradução para o português), o primeiro de uma coleção, conta histórias dos Evangelhos e traz perfis dos personagens principais. A obra é mais didática e tem traços mais arredondados que a de Siku.

Projeto gênesis

Famoso por uma extensa obra, recheada de sexo e drogas, o cartunista americano Robert Crumb prepara sua versão pessoal e underground do livro do Gênesis. Dela, por enquanto, se conhece uma imagem de Eva e se sabe que Deus vai ser muito parecido com o pai do próprio Crumb.

Realismo e robôs

Dois lançamentos contam o duelo do rei Davi contra o gigante Golias. King David (“Rei Davi”, sem tradução para o português) tem traços realistas. Já Mecha Manga Bible Heroes (“Mangá robótico dos heróis da Bíblia”, inédito no Brasil) transforma os personagens em robôs inspirados no filme Transformers.