Os mapas de Jerusalém

Os mapas de Jerusalém

01/12/2007 00h00 Publicado em 01/12/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

1. Nasce uma cidade

O primeiro nome conhecido de Jerusalém foi Rushalimum (de origem síria). Quando o jovem rei israelita Davi a conquistou, no século 10 a.C., ela não passava de um povoado. As primeiras construções importantes foram feitas por seu filho e herdeiro, Salomão.

2. No tempo de Cristo

Na época de Jesus, os romanos, dominadores da região, erguiam templos tanto para sua religião, politeísta, quanto para os monoteístas judeus, como o Novo Templo de Salomão. Era uma forma de acalmar os ânimos. Já as execuções públicas eram feitas em arrabaldes, como mostra o mapa do Calvário de Jesus.

3. Domínio muçulmano

Jerusalém também era considerada sagrada pelo Islã, que a conquistou no século 7. Em 691, o califa Abd El Malik construiu a mesquita de Al-Aqsa e o Domo da Rocha (Maomé teria ascendido ao céu dali). Na época, já existia a igreja do Santo Sepulcro no lugar em que Jesus morreu.

4. Cidade nas Cruzadas

Em 1099, em um ataque fulminante contra muçulmanos e judeus, os cruzados cristãos tomam a cidade, transformam as mesquitas muçulmanas em templos cristãos e constroem uma nova igreja do Santo Sepulcro. Todos os anos, cristãos refazem o trajeto da crucificação de Jesus.

5. Jerusalém moderna

Desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967, quando Israel venceu seus vizinhos árabes, a cidade voltou ao controle dos judeus, que hoje podem orar livremente junto ao Muro das Lamentações, ruína do Segundo Templo, destruído em 70 d.C.