McDonald¿s original vendia costela

McDonald¿s original vendia costela

01/12/2007 00h00 Publicado em 01/12/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Quando, em 1937, os irmãos Richard (Dick) e Maurice (Mac) McDonald abriram sua lanchonete em San Bernardino, na Califórnia, provavelmente não pensaram que ela se tornaria tão superlativa: hoje, a ­maior ca­deia mun­dial de res­tau­ran­tes tem 30 mil lo­jas em 119 países e 50 mi­lhões de clien­tes por dia. Na época, um estudo dos dois mostrou que 80% das vendas eram apenas hambúrguer ­– no cardápio original, ti­nha até cos­te­li­nha de por­co na grelha. Como preparar hambúrguer era mais fá­cil, eles conseguiram acelerar o rit­mo da pro­du­ção. Em 1954, o vendedor Ray Kroc viu o potencial do negócio e pro­pôs so­cie­da­de aos McDo­nald. Com seu ti­no co­mer­cial, comprou a parte dos irmãos em 1961, de­sen­vol­veu a cor­po­ra­ção e criou, sete anos depois, o Big Mac. A co­mi­da virou até um ín­di­ce eco­nô­mi­co: des­de 1986, a re­vis­ta in­gle­sa The Eco­no­mist pro­duz o ­Índice Big Mac, que usa o san­duíche pa­ra me­dir a va­lo­ri­za­ção das moe­das.