Meu Querido Vlado: Querido Markun

Meu Querido Vlado: Querido Markun

Celso Miranda Publicado em 01/01/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Meu Querido Vlado (Objetiva), de Paulo Markun, saiu em outubro para marcar os 30 anos da morte do jornalista Vladimir Herzog. Os dois trabalhavam juntos na TV Cultura, em 1975, quando foram presos e torturados pela ditadura militar (Herzog foi morto). O livro, o segundo de Markun sobre o caso, traz novas informações, como o surgimento das supostas fotos de Vlado – que depois se provaria não serem dele. E termina com a mensagem de que ainda há muito a se esclarecer sobre o período militar.