Acervo » Sexo

Mulheres que fumam maconha antes do sexo têm duas vezes mais chance de ter 'orgasmos satisfatórios', diz estudo

Um estudo realizado pela Universidade de Saint Louis analisou o perfil de 373 mulheres fumantes e não-fumantes da maconha

Redação Publicado em 18/03/2019, às 11h14

Mulher fumando maconha na cama
Getty Images

Um estudo conduzido por uma equipe da Escola de Medicina da Universidade de Saint Louis, nos Estados Unidos, e publicado pela revista Sexual Medicine revelou que as mulheres que fumam maconha antes de fazer sexo têm o dobro de chance de ter um ''orgasmo mais satisfatório''.

373 mulheres, fumantes de maconha e não-fumantes, participaram do estudo. Cerca de 47% dos participantes indicaram que eram fumantes de maconha e, desse grupo, 34% observaram que elas fumavam a erva antes do sexo.

Para descobrir como o uso de maconha contribui para a satisfação sexual, os pesquisadores desenvolveram uma Pesquisa de Saúde Sexual que aborda uma ampla variedade de tópicos, incluindo desejo sexual, lubrificação e a presença de dor relacionada ao sexo.

A maconha pode retardar a percepção temporal do tempo e prolongar as sensações prazerosas. Pode ainda diminuir as inibições sexuais e aumentar a confiança e a disposição para experimentar. A maconha também é conhecida por aumentar sensações como toque, olfato, visão, paladar e audição.

Resultado do estudo: a maioria das mulheres relatou aumentos no desejo sexual, melhora no orgasmo, diminuição da dor, mas nenhuma mudança na lubrificação. Essas diferenças se traduzem em 2,13 chances mais altas de obter “orgasmos satisfatórios” para mulheres que fumam maconha.

"A maconha parece melhorar a satisfação com o orgasmo. As mulheres que consumiam maconha antes do sexo e as que usavam com mais frequência tinham duas vezes mais probabilidade de relatar orgasmos satisfatórios do que aquelas que não usavam maconha antes do sexo ou que usavam com pouca frequência", escreveram os pesquisadores no artigo publicado neste mês.