Passado, presente e futuro do mundo virtual

Passado, presente e futuro do mundo virtual

Pedro Doria* Publicado em 01/08/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

A Vida Digital

Nicholas Negroponte - Companhia das Letras, 1995

Lançado há mais de dez anos, andou um tempo percebido como ultrapassado. Uma década depois, porém, o livro de Nicholas Negroponte se mostra como essencial pelo princípio básico que defende: a informação era movida por meio de objetos – cartas, jornais etc. – e passou a ser por bits. Isso muda tudo. Se tivessem aprendido a lição na época, as gravadoras não estariam enrascadas hoje.

Cultura da Interface

Steven Johnson - Jorge Zahar, 2001

Em seu livro, cuja primeira edição é de 1999, Steven Johnson vai um passo além de Negroponte. Ele mostra como os computadores e a comunicação não-linear da internet mudam a maneira como compreendemos o mundo. É McLuhan, autor da frase “ o meio é a mensagem”, revisitado – e ele tem toda razão.

Hamlet no Holodeck

Janet H. Murray - Unesp, 2005

Como será o entretenimento do futuro? O que acontece quando videogames passam a fazer o papel de filmes, narrando histórias? E quando pudermos participar de fato da ação? Neste clássico, escrito em 1998, Janet Murray tenta imaginar.

*Pedro Dória é jornalista, autor de Manual para Internet e responsável pelo weblog do site Nomínimo