Patrimônio de comer

Patrimônio de comer

01/04/2008 00h00 Publicado em 01/04/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Pouca gente sabe que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) também protege alimentos. O acarajé, a moqueca capixaba e os queijos artesanais de Minas já foram registrados como patrimônios imateriais. Na prática, significa que eles não podem mais ser descaracterizados pela evolução natural dos processos de produção e venda. F. P.