Pedra: a alma dos meninos, a arma dos meninos

Pedra: a alma dos meninos, a arma dos meninos

01/11/2006 00h00 Publicado em 01/11/2006, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Davi, um menino pastor de cabras derrotou o grande guerreiro filisteu Golias com uma pedra. Uma só. Um predestinado, provou que era capaz de vencer o invencível. E tornou-se rei de Israel. O pequeno Hattem, um estudante de 13 anos, também é herói entre seu povo. Morador de Sameh, um enclave palestino em território israelense, ele morreu baleado por um soldado do Exérctio de Israel, em 1998. Tinha uma pedra nas mãos. Na paisagem semi-árida, às vezes desértica da região, as pedras fazem parte do cenário. Elas estão por toda parte. E servem para todas as coisas.

Os judeus tradicionalmente as usam para homenagear seus mortos. E depositam pequenas pedrinhas junto aos túmulos de seus entes queridos. Na pedra branca que cobre o túmulo de Hattem, slogans políticos foram escritos com o sangue dele e cobertos com uma camada de esmalte.