Tratado da Civilidade: Etiqueta na marra

Até o século 18, nobres lambiam os dedos e limpavam a boca na toalha

01/12/2007 00h00 Publicado em 01/12/2007, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

REI FINO

Os bons modos à mesa começaram a ser assimilados na Europa depois que Antoine de Courtin escreveu o Novo Tratado da Civilidade, em 1671. Entre outros conselhos, dizia que os nobres não deviam cuspir no chão durante o jantar. Mesmo assim, gente graúda como o rei Luís XIV continuou comendo com as mãos e lambendo os dedos depois das refeições. A evolução da etiqueta foi lenta e na marra.

COPOS DO MUNDO

Desde 1800, com o barateamento do vidro, vários copos passaram a ser usados: um para licor, outro para vinho branco ou tinto e um para o champanhe. Saber distingui-los era marca das pessoas educadas. Antes disso, os copos não ficavam na mesa. Depois que o convidado bebesse, o copeiro levava-o rapidinho para a cozinha, para ser lavado.

FAQUEIRO ESPECIAL

Facas diferentes se tornaram populares em meados do século 19. O peixe, antes cortado com o garfo e levado à boca com pão, passou a ter uma faca especial para ele.