Vá pentear macacos

Em Portugal, a frase tratava de burros e jumentos

Lívia Lombardo Publicado em 01/06/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Dirigida a alguém que está incomodando, essa expressão, cujo significado pode ser resumido como “vá chatear outra pessoa”, teve sua origem no provérbio português “mal grado haja a quem asno penteia”, registrado pela primeira vez em 1651, em Portugal. Nessa época, pentear ou escovar animais de carga, como burros e jumentos, não era uma tarefa bem vista, já que esse tipo de animal não precisava estar lustroso nem penteado para executar sua tarefa.

“Vá pentear macacos” é a adaptação brasileira desse antigo provérbio de Portugal. Como os portugueses, até a metade do século 17, desconheciam o termo macaco e usavam a palavra bugio para se referir a esse animal, criaram lá a expressão “vá bugiar”, que tem significado semelhante ao nosso “vá pentear macacos” e é usada até hoje em Portugal e em algumas localidades do Brasil.