VÃO-SE OS LIVROS

A HISTÓRICA INUNDAÇÃO DE PARIS EM 1910

Redação Publicado em 19/03/2016, às 11h29 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Inundação histórica em Paris
Inundação histórica em Paris - A redação

Nos meses de janeiro e fevereiro de 1910, Paris, a Cidade Luz, viveu seus momentos de trevas em uma das maiores catástrofes naturais ocorridas na capital francesa. Após várias semanas de chuvas torrenciais, uma enchente de grandes proporções invadiu a cidade, provocando o alagamento de milhares de imóveis e deixando centenas de milhares de parisienses desabrigados.
O Rio Sena, que corta a cidade, subiu 8,6 metros, e bairros centrais, como o Marais e o Quartier Latin, ficaram alagados. Serviços essenciais, como abastecimento de água, gás e eletricidade, foram paralisados, e a água invadiu também os túneis do metrô. Policiais e bombeiros circulavam em barcos pelas ruas para resgatar vítimas ilhadas nos prédios. Como a água subia aos poucos, as pessoas tinham tempo de escapar, e não houve registro de mortes. O prejuízo total foi estimado em mais de 1bilhão de euros, em valores atuais.
A cultura também foi atingida. Na Rue Jacob, no centro de Paris, onde se concentravam algumas das principais livrarias da época, milhares de livros boiavam no meio da água. A maior parte deles ficou completamente destruída com a inundação, já que ficavam no térreo ou nos subsolos dos edifícios.