Videogame: Diversão eletrônica

Os 50 anos dos videogames

Fred Linardi Publicado em 01/06/2008, às 00h00 - Atualizado em 23/10/2017, às 16h36

Aventuras na História
Aventuras na História - Arquivo Aventuras

Em 1958, um físico americano criou o primeiro jogo virtual e interativo. Hoje, a indústria do videogame fatura cerca de 10 bilhões de dólares, uma receita que só perde para Hollywood. Para os defensores da brincadeira, os games já alcançaram o nível de arte. Já os críticos dizem que eles estimulam a violência. De qualquer forma, a mania de crianças e adultos já tem muita história.

1958 - START!

Criado num laboratório militar pelo físico nuclear William Higinbotham, Tenis for Two simulava uma partida de tênis. A bola era apenas um pontinho e a rede, uma linha.

1972 - INOVAÇÕES

Surge o primeiro videogame doméstico. O Magnavox Odyssey não vendeu bem porque o público não sabia que ele funcionava em todos os tipos de televisão. No mesmo ano, é criado o primeiro fliperama.

1976 - CONTROVÉRSIA

Surgem as primeiras manifestações contra a apologia à violência que seria feita pelos jogos. A causa da preocupação foi o game de fliperama Death Race 2000, que simulava o atropelamento de gremlins. Desde então, críticas ao teor sexual ou violento acompanhariam muitos games, como Grand Theft Auto, Doom e Quake.

1977 - SURGE UM CLÁSSICO

Ao chegar ao mercado dos Estados Unidos, em outubro, o console Atari faz a indústria dos videogames explodir. Nos dez anos que se seguiram, a empresa americana, que existia desde 1972, invadiria os lares do mundo inteiro com jogos como Enduro e Pac-Man.

1985 - ENCANADOR E HERÓI

Depois de uma carreira de quatro anos em fliperamas, o game Super Mario Bros é lançado para o aparelho Nintendo Entertainment System. O encanador bigodudo, que tinha a missão de resgatar uma princesa, garantiria o sucesso financeiro da Nintendo.

1989 - BRINQUEDO PORTÁTIL

Com uma tela de cristal liquido verde e espaço para trocar cartuchos, o Game Boy expandiu o mercado de games portáteis. Um de seus jogos, Tetris tornou-se uma verdadeira febre.

1991 - PORCO-ESPINHO azul

Desde 1988, quando lançou o Mega Drive, a Sega não tinha um personagem para acompanhar a marca. A situação se resolveu com Sonic, the Hedgehog, que garantiu a venda de 29 milhões de aparelhos no mundo.

1993 - NA TELA GRANDE

A Nintendo leva seu mascote Mario aos cinemas. Depois dele, vários jogos de sucesso ganharam versões em filmes, como Street Fighter (1994), Mortal Kombat (1997) e Tomb Raider (2001).

1994 - AGORA EM 3D

Graças aos CD-ROMs, muito usados nos jogos de computador, surgem os videogames em três dimensões. O PlayStation, da Sony, foi o primeiro aparelho a atingir a marca de 100 milhões de unidades vendidas.

2006 - MOVIMENTOS REAIS

Sony, Nintendo e Microsoft (que, em 2001, lançou o XBox) fazem uma grande corrida tecnológica. O último lance é da Nintendo, com o Wii. O aparelho é sem fio e faz os jogadores se mexerem com os personagens.