Curiosidades » Brasil

10 fatos curiosos sobre Dom Pedro I

De 18 filhos registrados a composição do Hino da Independência: confira esses e outros fatos sobre o primeiro Imperador do Brasil

André Nogueira Publicado em 08/01/2020, às 11h29

Dom Pedro I
Dom Pedro I - Wikimedia Commons

Dom Pedro I foi imperador do Brasil e, depois, de Portugal, sendo um grande responsável pela formação do Estado e da economia brasileira na primeira metade do século 19.

Conheça 10 fatos curiosos sobre o controverso imperador.

1. Nome insólito

Seu nome completo era Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon.

2. Lado Artístico

Crédito: Reprodução

 

Por mais que Pedro fosse inteligente, ele nunca foi afeito aos estudos, se dedicando à equitação e à música. Aprendeu a tocar piano, flauta, fagote, trombone, violino, clarinete, violão, lundu e cravo e foi o compositor do Hino da Independência e do Hino de Portugal (até 1920).

3. À mesa

Dizem que Dom Pedro costumava comer com as mãos para que não fosse visto como um esnobe. Com o tempo, Leopoldina também abandonou os talheres, que aprendeu tão bem a usar na Europa.

4. Hiperatividade

Pedro cresceu no Brasil e revelou-se desde cedo um homem efusivo. De acordo com Isabel Lustosa, escritora e historiadora brasileira, ele pode ter lidado com um quadro de hiperatividade e, por isso, vivia em movimento e pouco repousava.

5. Ele não era tão bonito

Reconstituição / Crédito: Reprodução

 

Em 2018, foi reita uma reconstituiçãodo rosto de D. Pedro a partir de seus restos exumados. Pedro não era tão bonito quanto é retratado nos livros de História, tendo uma deformidade no nariz. Cicero Moraes disse que ele "era um homem de aparência agradável", mas que o nariz assimétrico se destacava.

6. Traições

Casados desde 1817, Pedro e Leopoldina tiveram, desde cedo, uma relação baseada no adultério. Tendo como principal amante a Marquesa de Santos, Pedro permitiu que essas informações fossem públicas, a ponto de declarar Domitila primeira-dama da própria esposa.

7. Abdicação

Em meio a uma crise política e econômica e por pressões das elites políticas, em 7 de abril de 1831, Dom Pedro abdicou o trono brasileiro em favor de seu filho e retornou ao país de origem, onde foi proclamado Dom Pedro IV, 27º Rei de Portugal.

8. Guerra civil e morte

Depois que retornou à Portugal, governado pelo irmão Miguel com quem brincava de guerra desde cedo, Pedro liderou tropas da ala liberal contra o monarca, o que desencadeou a Guerra Civil Portuguesa. Em 1834, Pedro derrotou o irmão, mas não assumiu o trono, deixando para a filha. No mesmo ano, morreu de tuberculose.

9. Haja prole

No total, Pedro teve 18 filhos registrados e reconhecidos, alguns com as esposas Leopoldina e Amélia, e diversos outros com suas amantes.

10. Post Mortem

Monumento do Ipiranga / Crédito: Reprodução

 

Após a realização de uma autópsia no corpo de D. Pedro, seu coração foi removido e transferido à cidade de Porto, onde permanece conservado. Já seu esqueleto esteve em Portugal até 1972, sendo transferido para o Brasil no sesquicentenário da Independência. Hoje, descansa no Monumento à Independência, em São Paulo.


Saiba mais sobre D. Pedro através das obras abaixo

D. Pedro - A História não Contada, Paulo Rezzutti (2015) - https://amzn.to/2pVX2Da

Discurso de Dom Pedro I recitado na abertura da Assembéia Geral Constituinte e Legislativa a 3 de maio de 1823, de Frei Caneca - https://amzn.to/2QackQ0

Pedro I, de Isabel Lustosa - https://amzn.to/2Qbk3NJ

Imperador cidadão: e a Construção do Brasil, de Roderick J. Barman - https://amzn.to/33vl4UK

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.