Curiosidades » Bizarro

160 cômodos, fantasmas e maldições: 5 curiosidades sobre a macabra Mansão Winchester

Em obras constates durante quase 40 anos, a enorme casa de Sarah Lockwood guarda mistérios que estão sem solução até hoje

Pamela Malva Publicado em 30/08/2020, às 10h00

Cena do filme A Maldição da Casa Winchester (2018)
Cena do filme A Maldição da Casa Winchester (2018) - Divulgação/Lionsgate CBS Filmes

Em meados da década de 1870, Sarah Lockwood Winchester foi casada com o seu tão amado William. Herdeiro da família Winchester, que criou o rifle do mesmo nome, o homem era um magnata da indústria bélica.

No ano de 1881, no entanto, ele foi uma das muitas vítimas fatais da tuberculose. De luto, Sarah comprou uma mansão vitoriana e contratou dezenas de funcionários para reformar a casa, a partir de 1886.

Conheça 5 fatos bizarros sobre a Winchester Mystery House:

1. Perseguição e sangue

O quarto de Sarah Winchester na mansão / Crédito: Divulgação/Biblioteca do Congresso

 

Logo depois da morte de William, Sarah procurou diversas formas pelas quais pudesse falar com o esposo. Foi através de uma médium que a viúva supostamente fez contato com seu amado. Durante essa conversa, William teria afirmado que todas as tragédias da vida de Sarah aconteceram devido ao dinheiro ganhado com o rifle Winchester.

Como única herdeira dessa história sangrenta, ela seria perseguida por fantasmas das vítimas da arma. Para escapar, deveria "construir uma casa para ela e para os espíritos que caíram". Mas não bastava erguer a mansão: a construção nunca poderia parar. "Se continuar construindo, você viverá. Pare e morrerá", a médium advertiu.


2. Estrutura bizarra

Uma escada para lugar nenhum e um dos 13 banheiros da casa / Crédito: Wikimedia Commons

 

A suposta premonição mediúnica fez com que a viúva ficasse completamente paranóica. Comprada a casa na Califórnia, Sarah contratou dezenas de trabalhadores e a mansão permaneceu em constante construção por 38 anos. As obras apenas cessaram quando a mulher morreu de insuficiência cardíaca durante o sono, em 5 de setembro de 1922.

Com tantos anos de trabalho, a casa adquiriu características bizarras. Eram 950 portas, 10 mil janelas, 40 escadas, 52 clarabóias, 47 lareiras, seis cozinhas e cerca de 160 cômodos espalhados por sete andares de estrutura. A mansão ainda contava com passagens secretas, alçapões e escadas que não levavam a lugar nenhum.


3. Segredos e armadilhas

Vista superior da enorme mansão / Crédito: Divulgação/Biblioteca do Congresso

 

Para muitos teóricos, a mansão Winchester esconde diversos segredos sobre a vida de Sarah. Nesse sentido, acredita-se que a viúva — que também era arquiteta da casa — construiu diversos quebra-cabeças criptografados. Escondidos no salão de baile, nas janelas e nos portões, eram inspirados na obra do filósofo inglês Francis Bacon.

Muitos também acreditam que a esposa do Winchester fazia parte de uma sociedade secreta como os Rosacruzes ou os Maçons. Outras teorias ainda afirmam que a casa foi feita em forma de labirinto para confundir os fantasmas que lá viviam. Apenas Sarah, que construiu o lugar, portanto, sabia de todos os seus segredos.


4. Números constantes

Parte da sala de música da mansão / Crédito: Wikimedia Commons

 

Muito além das teorias e dos mistérios, a casa ainda esconde curiosidades incomuns. O número 13, o favorito de Sarah, por exemplo, se repete constantemente na construção. São janelas com 13 painéis, escadas com 13 degraus e um total de 13 banheiros. Até o testamento da viúva, que ela assinou 13 vezes, contava com 13 partes.

No dia 7 de agosto de 1974, a Winchester Mystery House recebeu o título de Marco Nacional dos Estados Unidos. Tão suntuosa, ela contava com 18 empregados e 18 jardineiros no passado, isso sem contar as dezenas de funcionários da construção que trabalhavam diariamente no lugar, sem qualquer momento de descanso.


5. Uma das mais assombradas do país

Área de estar da enorme mansão / Crédito: Wikimedia Commons

 

Reza a lenda que, logo que descobriram sobre a morte de Sarah, os pedreiros e marceneiros largaram suas marretas e abandonaram a casa sem olhar para trás. Ao contrário deles, no entanto, acredita-se que os fantasmas tenham permanecido entre as paredes erguidas pela viúva Winchester.

Hoje, a mansão é uma atração turística para entusiastas do universo paranormal e recebe passeios especiais no Halloween e nas sextas-feiras 13. Segundo os guias que lá trabalham, é no terceiro andar da casa, onde moravam os funcionários, que você realmente consegue escutar passos e vozes sussurradas de espíritos antigos.


Saiba mais sobre o tema através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

A Maldição da Casa Winchester (Filme-2018) - https://amzn.to/3e3FY32

Ed & Lorraine Warren: Demonologistas: Arquivos sobrenaturais, de Gerald Brittle, Ed Warren e Lorraine Warren (2017) - https://amzn.to/2FA4Hvu

Contos de Terror: Fantasmas no Brasil - Casos Reais (Coontos de terror Livro 3), de Rogério Garcia - https://amzn.to/35C7b7e

Fantasmas no Brasil: Casos Reais, de Rogério Garcia - https://amzn.to/35AysqA

Amityville, de Jan Anson (2016) - https://amzn.to/2Xpm64a

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W