Curiosidades » Egito Antigo

5 descobertas impressionantes sobre o Egito Antigo realizadas em 2020

Ao longo deste ano, egiptólogos realizaram um trabalho especialmente produtivo, revelando novidades importantes da civilização antiga que deslumbraram o mundo

Isabela Barreiros Publicado em 02/12/2020, às 07h00

Sarcófagos encontrados no Egito
Sarcófagos encontrados no Egito - Divulgação - Ministério de Antiguidades do Egito

Esse foi um ano especialmente produtivo para arqueólogos que trabalham no Egito. No segundo semestre de 2020, egiptólogos anunciaram muitas descobertas impressionantes que foram parar nas manchetes do mundo todo.

A Aventuras na História noticiou todos esses achados impressionantes e, às vezes, curiosos que vem de uma região com um dos passados mais instigantes da História. Embora seja de muito tempo atrás, o Egito Antigo continua nos presenteando com artefatos e itens incríveis.

Separamos 5 das mais impressionantes descobertas feitas neste ano no Egito. Confira!

1. 100 caixões humanos selados e 40 estátuas

Alguns dos caixões encontrados / Crédito: Divulgação

 

Em 14 de novembro, o Ministro do Turismo e Antiguidades do Egito, Khaled El Enany, anunciou que, no sítio arqueológico de Saqqara, foram descobertos cerca de 100 caixões humanos e 40 estátuas do Egito Antigo. Os itens foram encontrados em três diferentes poços na importante região.

Segundo os pesquisadores envolvidos, os túmulos estavam lacrados e não foram abertos em mais de 2.500 anos. Acredita-se ainda que eles tenham sido desenvolvidos para estadistas seniores e sacerdotes da 26ª Dinastia. Saqqara também revelou estátuas de madeira e máscaras coloridas e douradas durante esse trabalho arqueológico. 

Confira mais fotos na notícia.


2. Tumba com itens instigantes

Os vasos encontrados /Crédito: Divulgação - Ministério de Antiguidades do Egito

 

No sítio arqueológico de Tuna al-Gabal, na província de Minya, localizada na região conhecida como Alto Egito, arqueólogos descobriram uma antiga tumba que contava com artefatos impressionantes. Os resultados do trabalho arqueológico foram divulgados em 24 de outubro. 

O túmulo estava a mais de 10 metros de profundidade e contava com objetos interessantes em seu interior. Os especialistas acreditam que o local foi feito para um homem que serviu como “supervisor do tesouro real” no Egito Antigo, sendo encontrado com estátuas de pedra, caixões e vasos raros. Tudo isso com um ótimo estado de preservação.

Confira mais fotos na notícia.


3. 59 sarcófagos selados de 2.500 anos

Visão dos sarcófagos encontrados - Divulgação/Facebook/Ministério de Antiguidades do Egito

 

Antes dos sarcófagos de Saqqara, as autoridades do Egito já tinham anunciado uma descoberta tão impressionante quanto no começo de outubro, no dia 3. No sul do Cairo, egiptólogos identificaram 59 sarcófagos e 28 estatuetas do deus Seker, figura importante para os rituais funerários da época.

Os arqueólogos apontaram que as tumbas eram de possíveis sacerdotes da 26ª dinastia do Egito Antigo e que elas ficaram ao menos 2.500 anos seladas. Quando pesquisadores abriram um dos sarcófagos, vídeos da ação viralizaram nas redes sociais. Muitas críticas surgiram devido ao fato da cerimônia pública com aglomerações ter sido realizada mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus. 

Confira mais sobre essa descoberta aqui.


4. Análise em 3D de animais mumificados

Cabeça da cobra analisada em três dimensões / Crédito: Divulgação - Swansea University

 

Em agosto, especialistas da Universidade de Swansea, no País de Gales, realizaram uma análise em raio-x e recriaram o interior de três múmias de animais do Egito Antigo. A descoberta dos corpos em si não é recente, mas sim as mais novas imagens em 3D dos animais.

Foram três as múmias escolhidas para o estudo. O primeiro foi um gato que morreu provavelmente devido a um estrangulamento aos 5 meses. Depois, um pássaro, que foi identificado como francelho euroasiático. O mais interessante, porém, foi a cobra analisada, que teve sua boca aberta no máximo possível, revelando o possível primeiro ritual complexo em animais no Egito Antigo. 

Confira mais fotos na notícia.


5. Pássaros sacrificados no Egito Antigo

Um dos muitos pássaros encontrados / Crédito: Divulgação/Romain Amiot/LGL-TPE/CNRS

 

Na necrópole do Vale do Nilo, egiptólogos da Universidade de Claude Bernard Lyon investigaram a descoberta de milhões de aves selvagens que foram encontradas enterradas no solo. Acredita-se que elas tenham sido sacrificadas para deuses egípcios antigos como Hórus, Rá ou Thoth.

Os animais foram encontrados no final de setembro, mas ainda falta entender como foi o processo de sacrifício dos pássaros. Não se sabe ainda se eles foram caçados ou criados exatamente para esse propósito. De um lado, foram encontrados aves das mais diferentes idades, mas ainda identificou-se que eles se alimentaram de coisas diferentes. 

Confira mais fotos na notícia.


+Saiba mais sobre o Egito Antigo através das obras disponíveis na Amazon Brasil

O Livro dos Mortos do Antigo Egito, de E. A. Wallis Budge (2019) - https://amzn.to/2vzXF8o

Egito Antigo, de Stewart Ross (2005) - https://amzn.to/2vzQa1b

Desvendando O Egito, de Sergio Pereira Couto (2008) - https://amzn.to/3aZcz8l

As Dinastias do Antigo Egito, de Charles River Editors (2019) - https://amzn.to/2u7EjXV

Monotheismus Und Kosmotheismus: Agyptische Formen Eines 'Denkens Des Einen' Und Ihre Europaische Rezeptionsgeschichte, de Jan Assmann (1993) - https://amzn.to/385In98

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W