Curiosidades » Personagem

5 episódios bizarros envolvendo a vida íntima de Muammar Kadhafi

Descrito como de um apetite sexual “insano”, o governo do ditador líbio foi marcado por inúmeros escândalos sexuais hediondos

Isabela Barreiros Publicado em 05/09/2020, às 08h00

O ditador líbio Muammar Kadhafi
O ditador líbio Muammar Kadhafi - Getty Images

Responsável por um dos governos mais controversos da história, Muammar Kadhafi foi um dos mais sanguinários ditadores do século 20. Seu regime foi marcado por um abuso de poder constante e pelo despotismo anti-humanitário de suas ações, além de praticamente ter dizimado seu próprio povo.

Para além disso, o tirano líbio também ficou conhecido por sua excentricidade, que era visível principalmente em sua vida íntima. Com inúmeros escândalos sexuais em suas costas, Kadhafi era comumente descrito por correligionários como de um apetite sexual “insano”. 

Entre polêmicas com suas guarda-costas e até mesmo um insólito caso de uma escrava sexual, conheça 5 episódios bizarros envolvendo a vida íntima de Muammar Kadhafi:

1. 'Paixão' americana

Condoleezza Rice / Crédito: Getty Images

 

O ditador Muammar Kadhafi possuía uma obsessão muito peculiar, até mesmo para ele. O homem era fissurado por Condoleezza Rice, uma cientista política, diplomata estadunidense e ex-Secretária de Estado dos Estados Unidos. Ela até mesmo fez uma passagem ao país natal de seu admirador nem tão secreto em 2008.

A verdade é que o mandatário líbio nunca escondeu sua paixão pela mulher americana. Chegou a afirmar empolgado ao jornal Al Jazeera: "Sim, Leezza, Leezza, Leezza... eu a amo muito”. "Apoio minha querida mulher negra africana. Admiro e tenho muito orgulho da maneira como ela se inclina e dá ordens aos líderes árabes”, disse.

Kadhafi referia-se à mulher como sua “princesa africana” e a visita da diplomata à Líbia deixou explícita sua admiração. Ao saber da declaração dada pelo tirano, Condoleezza disse: “Estranho e um pouco assustador”.


2. Itens peculiares

A intensidade dessa obsessão ficou ainda mais evidente quando rebeldes líbios invadiram a fortaleza do ditador localizada em Trípoli, capital da Líbia, no dia 24 de agosto de 2011. Naquele momento, eles conseguiram encontrar dentro da enorme propriedade um álbum de fotos repleto de imagens de Condoleezza Rice. 

Embora o item possa ser considerado peculiar e até mesmo assustador, conforme afirmou a própria diplomata, outras coisas mais inesperadas foram descobertas na residência do tirano. Além das fotografias, os subversivos acharam também um enorme pôster do ator estadunidense Jake Gyllenhaal no filme Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo (2010) e inúmeros arquivos de pornô gay.


3. Harém

A situação de Kadhafi já era bizarra antes da descoberta de que ele possuía nada mais nada menos que um harém sexual que incluía tanto homens quanto mulheres. A escolha das pessoas ocorria, muitas vezes, quando estes ainda eram menores de idade: o exército pessoal do ditador as levava de suas casas.

Os escravos sexuais do líbio eram obrigados a consumirem álcool, cocaína e haxixe para se entorpecerem e serem mais fáceis de controlar, além de serem estuprados constantemente pelo governante. O círculo íntimo do tirano também tinham “acesso” aos privilégios sexuais.

Essa história permaneceu desconhecida até a morte do ditador em 2011. Naquele ano, a jornalista Annick Cojean realizou uma investigação de fôlego e denunciou os horrores sexuais cometidos durante o governo de Muammar, contados no livro O harém de Kadafi: A história real de uma das jovens presas do ditador da Líbia (2013).

“Descobri que centenas de jovens foram sequestradas por uma hora, uma noite, uma semana ou por anos, e obrigadas, pela força ou pela chantagem, a se sujeitar às fantasias e violências sexuais de Kadafi”, afirmou Cojean em 2011.


4. Guarda-costas virgens

Kadhafi e suas guarda-costas femininas / Crédito: Getty Images

 

Ao longo dos anos 1970, o ditador líbio começou a se tornar cada vez mais excêntrico — e autoritário — em suas decisões. Naquele período, ele decidiu que todas as suas guarda-costas deveriam ser virgens. Mas isso não era uma simples coincidência: o déspota as estuprava e as repassava para seu filho, que também faria o mesmo.

Durante muito tempo, elas foram apropriadas como “amazonas árabes” e eram obrigadas a treinar artes marciais, com o intuito de servir com seu comprometimento de proteger Kadhafi de qualquer perigo possível.


5. Escrava sexual

A repórter do jornal francês Le Monde Annick Cojean também foi responsável por contar uma história específica ligada aos escândalos sexuais de Muammar: ela descobriu que uma menina serviu de escrava sexual do tirano ao longo de pelo menos cinco anos. Kadhafi conheceu Safia quando a jovem tinha apenas 15 anos, mas, naquele momento, ela já tinha chamado a atenção do ditador.

Pouco tempo depois, ela foi levada por três guardas do exército particular do líbio ao deserto, onde o mandatário a convidou para viver com ele, podendo ter tudo que desejasse, como casas e carros. Sem muita opção, a menina aceitou, mas logo percebeu que sua vida seria transformada por completo para uma situação terrível.

Safia era obrigada a usar roupas sensuais, dançar para o tirano, fumar, tomar uísque e cheirar cocaína. Ele a estuprava quase todos os dias durante cinco anos, ficando isolada isolada em um hotel em Trípoli, capital do país, onde permaneceu a maioria do tempo em que foi escrava sexual. Durante os cinco anos de cárcere privado, pôde visitar sua família em apenas quatro ocasiões.


+ Saiba mais sobre Muammar Kadhafi por meio das obras disponíveis na Amazon:

O Livro Verde: A Terceira Teoria Universal, Muammar al-Gaddafi (2012) - https://amzn.to/2Tu6NFA

Leadership Lessons Learned From Muammar Gaddafi (English Edition), Lisa Gibson (2013) - https://amzn.to/35ZDQUy

Gaddafi's Harem: The Story of a Young Woman and the Abuses of Power in Libya, Annick Cojean (2013) - https://amzn.to/2TnBSe9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W