Curiosidades » Personagem

5 fatos sobre Benito Albino, o filho renegado de Mussolini que foi abandonado em um manicômio

Adotado por fã de Mussolini e alvo de uma internação compulsória, Albino viveu em busca do reconhecimento paterno

Wallacy Ferrari Publicado em 14/06/2020, às 09h00

Fotografia de Benito na época que serviu ao Exército
Fotografia de Benito na época que serviu ao Exército - Wikimedia Commons

1. Filho de pobres

Quando sua mãe, Ida, conheceu Mussolini, em Trento, o futuro líder era apenas um ex-presidiário ambicioso filiado ao Partido Socialista. Sem quase nenhum poder aquisitivo, a companheira ajudou o rapaz financeiramente, vendendo o salão de beleza da família e usando a verba para a produção de um jornal, Il Popolo d’Itália.

A relação progrediu amorosa e financeiramente bem ao longo dos anos. Com a gravidez da companheira, o rapaz foi nomeado como Benito Albino e devidamente registrado pelo pai, porém, com o acesso ao poder, o Mussolini decidiu manter o duradouro relacionamento às escondidas e assumiu sua amante Rachele Guidi publicamente.


2. O sumiço do pai

Cada vez mais ausente das atividades paternas, Ida ficou furiosa com o descaso do ex-companheiro, alegando ter levantado sua vida política e sido usada apenas como escada para seu sucesso. Em certa ocasião, ela invadiu uma das primeiras reuniões do Fascio Milanese di Combatimento aos gritos, expondo o filho para diversos companheiros de partido de Mussolini.

“Camaradas, esta criança é filho desse homem. Ele me engravidou e me abandonou”, dizia Ida. Ao tomar o governo, o líder contra-atacou; exigiu que autoridades vasculhassem sua presença em locais públicos e evitassem qualquer aparição em situações políticas. Mesmo perseguida, Ida não recuou, sendo internada compulsoriamente em um hospital psiquiátrico até a morte.

Caption

3. Adoração paterna

Com a internação de sua mãe, o jovem foi enviado para um colégio interno pelo pai com a supervisão de seu tio Arnaldo. Com o falecimento do parente, Benito foi adotado por Giulio Bernardi, um fiel seguidor de Mussolini. Tutorado com os ideais do líder, a criação do garoto foi conturbada, visto que era cuidado por um homem que insistia que seu pai não era o ídolo da casa.

Após o fim dos seus estudos básicos, alistou-se na Regia Marina Italiana, sendo supervisionado pelos militares para evitar qualquer citação ao pai biológico, chegando a ser enviado para a China. Sem sucesso, o rapaz também foi internado compulsoriamente por membros do Exército em um sanatório.


4. Morte misteriosa

Após a sua internação na clínica psiquiátrica em Mombello di Limbiatte, o jovem acabou falecendo aos 26 anos, em 1942. A causa da morte, no entanto, é um mistério que perdura até os dias atuais. A versão oficial da instituição atribuiu o óbito a uma tuberculose, porém, não condiz com os quadros saudáveis do rapaz jovem.

Além da saúde, a clínica tinha enfermeiros e médicos dispostos para combater qualquer tipo de enfermidade ainda no estado inicial. De acordo com o The Times, pesquisadores acreditam na possibilidade do jovem ter recebido constantes injeções para induzir um coma, resultando em uma overdose fatal.

Caption

 


5. Descoberta recente

Apesar dos testemunhos de dezenas de militares e políticos, os documentos relacionados ao matrimônio de sua mãe e seus registros acadêmicos e militares foram ocultados à mando de Mussolini. Os principais registros fotográficos e arquivos de sua vida foram encontrados principalmente nos anos 2000.

Desde a descoberta, historiadores e biógrafos trabalham na coleta de dados relacionados aos familiares para incluir a ex-esposa e o filho em registros históricos.


+Saiba mais sobre Benito Mussolini por meio de grandes obra disponíveis na Amazon:

M, O Filho Do Século, de Antonio Scurati (2020) - https://amzn.to/2Y7a3cp

Fascismo, de Benito e Leon Mussolini e Trótski (2019) - https://amzn.to/3bM0mnu

O Papa e Mussolini. A Conexão Secreta Entre Pio XI e a Ascensão do Fascismo na Europa, de David I. Kertzer (2017) - https://amzn.to/3bJEglM

Mussolini-Autobiografia, de David Martelo (2019) - https://amzn.to/2WhtAV5

O conde Ciano: a sombra de Mussolini, de Ray Moseley (2012) - https://amzn.to/3cRVg9r

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W