Curiosidades » Personagem

Problemas de saúde e iniciação política: 5 curiosidades sobre Karl Marx

Saiba mais sobre a trajetória do revolucionário comunista que acumula até hoje seguidores e críticos assíduos

Isabela Barreiros Publicado em 28/09/2020, às 14h30

Karl Marx, o revolucionário comunista
Karl Marx, o revolucionário comunista - Getty Images

1. Batismo político

A família de Marx incluía inúmeros rabinos, líderes religiosos do judaísmo, como por exemplo, de maneira mais próxima, seu próprio avô materno. Com o fim das guerras napoleônicas, os franceses deixaram o governo da Prússia, e, rapidamente, as novas autoridades começaram a instaurar um regime que, mais tarde, proibiria judeus a trabalharem em cargos públicos. Heinrich, pai de Marx, se converteu ao luteranismo em 1816 e todos os seus filhos foram batizados em 1824.


2. Ele não foi ao enterro de seu pai

Crédito: Getty Images

 

Quando começou a estudar na Universidade de Berlim, na Alemanha, Marx passou a entrar em contato com um novo mundo intelectual, que estava contra a burguesia. Foi a partir daí que ele via-se cada vez mais radical. Seu pai não aceitou a mudança e enviou uma carta, uma semana antes de morrer, em que escrevia que o filho “deveria dar a oportunidade de atribuir um papel à genialidade da monarquia”. Em maio de 1838, Heinrich faleceu devido à tuberculose, mas Marx não foi ao seu enterro.


3. Engels praticamente o bancava

Durante seu pouco tempo em Paris, Marx conheceu Friedrich Engels no Café de la Régence, em 1843 — dando início a uma das mais importantes parcerias da História. Filho de um industrial muito rico, Engels custeava as publicações da maioria dos ensaios e livros da dupla e ainda enviava dinheiro para o outro conseguir sustentar sua família. Com o dinheiro da exploração capitalista das indústrias têxteis de seu pai, ele ajudava Marx a desenvolver uma teoria que tinha como intuito derrubar seu próprio poder.


4. Banido de muitos países

Foram inúmeras as vezes que o filósofo recebeu ordens para deixar o país em que estava. Em 1843, o czar Nicolau I proibiu o periódico no qual Marx trabalhava. Isso se repetiu ainda em 1845, quando o governo da França acabou com seu novo jornal, Vorwarts! e o expulsou do país. Ele também foi expulso da Bélgica, do novo governo da Prússia e também, novamente, da França. O comunista morreu na Inglaterra como apátrida.


5. Péssima saúde

Estátua de karl marx, em São Petersburgo / Crédito: Divulgação

 

De acordo com biógrafo de Marx, Werner Blumenberg, ele sofria de inflamação ocular, dor nas articulações e de cabeça, insônia, problemas no fígado e na vesícula biliar, e ainda possuía sintomas depressivos. Provavelmente, os problemas eram em decorrência dos maus hábitos do teórico, que trabalhava muito durante a madrugada, comia mal e também fumava e bebia em excesso. Uma condição conhecida como “tórax fraco”, que inflamava seus pulmões, foi o que fez com que ele não servisse no Exército e o matou aos 64 anos.


+ Saiba mais sobre os ideais do comunismo por meio dos livros a seguir:

Manifesto do Partido Comunista, Karl Marx e Friedrich Engels - https://amzn.to/2nOKdK2

Marxismo, George Boucher - https://amzn.to/2nNKwF4

O Ópio dos Intelectuais, Raymond Aron - https://amzn.to/2n7tce7

Como Mudar o Mundo, Eric Hobsbawm - https://amzn.to/2oBYw57

Karl Marx, Isaiah Berlin - https://amzn.to/2n3yGqd

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W