Curiosidades » Hollywood

5 fatos sobre o assassinato da Dália Negra, o maior mistério de Hollywood

Elizabeth Short foi morta no dia 15 de janeiro de 1947, mas as autoridades não descobriram até hoje quem foi o responsável do brutal crime

Isabela Barreiros Publicado em 09/05/2020, às 10h00

Elizabeth Short, a Dália Negra
Elizabeth Short, a Dália Negra - Getty Images

1. Brutalidade

A forma como o corpo foi encontrado / Crédito: Wikimedia Commons

 

No dia 15 de janeiro de 1947, no bairro de Leimert Park, em Los Angeles, um corpo foi encontrado entre as ervas daninhas de um terreno baldio. Era Elizabeth Short, de 23 anos, garçonete aspirante a atriz. Mas mais que isso: o cadáver demonstrava claramente uma enorme violência.

A mulher, que ficou conhecida como Dália Negra, tinha tido seu corpo cortado ao meio. Ela foi encontrada nua, deitada de costas, com os braços levantados acima dos ombros e cortes e machucados por todo o corpo. A boca havia sido cortada, estendendo o sorriso de orelha a orelha. Começava, naquele momento, uma investigação que duraria muitos anos.


2. Investigação

As autoridades conseguiram concluir que Elizabeth havia sido amarrada e torturada por vários dias. Ela provavelmente foi morta entre os dias 9 e 15 de janeiro. Depois disso, devido à falta de sangue no local e na vítima, a polícia sugeriu que o corpo tivesse sido lavado e abandonado no terreno baldio.

Isso, no entanto, não concluía a principal dúvida de todo os Estados Unidos na época: quem havia cometido o brutal crime? A pergunta ecoava entre Hollywood, fazendo com que a investigação persistisse.


3. Cartas

Uma das cartas anônimas que declararam a autoria do crime / Crédito: Getty Images

 

O jornal Herald Express recebeu centenas de denúncias e dicas anônimas, por meio de cartas e telefonemas, no intuito de resolver o caso. A grande cobertura da mídia fez com que, surpreendentemente, 59 pessoas confessassem o crime.

Todas, no entanto, foram descartadas. Acredita-se que essas declarações fossem apenas tentativas de se tornarem famosos. A polícia investigou oficialmente mais de 20 suspeitos, mas nunca chegaram a uma resolução final. Ou seja, o caso permanece em aberto até os dias de hoje.


4. Associação com outros crimes

Além de interferir na investigação trazendo suspeitos — não tão suspeitos assim —, a mídia sensacionalista começou a fazer associações do crime com outros casos que não tinham relação com o assassinato de Elizabeth.

Alguns jornalistas forçavam ligações com outros casos brutais famosos, como as vítimas de Willian Hereins, o Assassino do Batom, por exemplo. Os perfis das vítimas e os locais de ação não eram compatíveis, e as relações foram rapidamente descartadas.


5. Sem solução

Elizabeth Short, em 1943 / Crédito: Wikimedia Commons

 

O assassinato da Dália Negra pode ser considerado um dos maiores mistérios de Hollywood: ele nunca foi concluído. As cartas, confissões e dicas anônimas não levaram a polícia a lugar algum no quesito da investigação.

Até hoje, não se sabe quem foi o responsável pela morte de Elizabeth, o que parece quase impossível de se descobrir nos dias de hoje, depois de 73 anos do crime que chocou os Estados Unidos — e o mundo.


+Saiba mais sobre serial killers por meio das obras da Amazon: 

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W