Curiosidades » União Soviética

5 fatos sobre o macabro incidente de Passo Dyatlov da União Soviética

Arquivado como um incidente provocado por uma força desconhecida, o caso permanece uma incógnita até os dias de hoje

Isabela Barreiros Publicado em 30/05/2020, às 12h00

Um dos corpos encontrados em Kholat Syakhl
Um dos corpos encontrados em Kholat Syakhl - Wikimedia Commons

1. Retiro na natureza

Visitar paisagens naturais era uma prática comum na União Soviética. Era até mesmo incentivado: o próprio Lenin era muito fã de longos retiros em lagos e florestas. Em 27 de janeiro de 1959, um grupo de nove estudantes soviéticos — sete homens e duas mulheres — decidiram realizar tal jornada.

Eles pegaram um trem para a cidade de Ivdel e seguiram de caminhão para Vizhai, o último assentamento habitado ao norte e começaram a jornada em direção a Otorten. Eles chegaram até a face leste da montanha Kholat Syakhl, ao norte dos montes Urais, a mais de 1300 km de Moscou.


2. Mistério

Parte do grupo liderado por Dyatlov / Crédito: Wikimedia Commons

 

O líder do grupo, Igor Alekseyevich Dyatlov deveria enviar uma mensagem telegráfica assim que o eles retornassem a Vizhai, por volta de 12 de fevereiro. Mas já era dia 20 e nenhuma mensagem havia chegado. As famílias começaram a pedir que uma operação de resgate fosse realizada, e equipes de busca foram enviadas.

Helicópteros e aviões do exército e da polícia revoavam o local buscando vestígios dos estudantes. Seis dias depois, em 26 de fevereiro, militares e a polícia encontraram o acampamento abandonado — mas de uma maneira que não esperavam fazê-lo.


3. Vítimas de brutalidade

Quando as investigações começaram a ser realizadas no acampamento encontrado, os especialistas perceberam que ao menos quatro dos mochileiros receberam ferimentos fatais. Dois deles tinham fraturas cranianas e outros dois apresentavam extensas fraturas torácicas. Um também estava sem língua.

Mesmo que a brutalidade estivesse presente, ela não era externa. As feridas observáveis não eram consideráveis, o que fez com que chegassem à conclusão de que eles não foram atacados por animais selvagens. A principal suspeita era de que as mortes tivessem sido causadas povo indígena Mansi, habitante da região, mas ainda assim não foram encontrados sinais de combate corpo a corpo.


4. O que causou os assassinatos, então?

Túmulo dos mochileiros no cemitério de Mikhajlov, em Ecaterimburgo / Crédito: Wikimedia Commons

 

Os investigadores começaram a coletar mais evidências na cena. A partir delas, sugeriram que o grupo foi obrigado a deixar o acampamento no meio da noite, a uma temperatura de -25ºC a -30ºC, depois de observarem uma ameaça. Não se sabe, no entanto, qual foi ela.

A teoria mais provável foi a de que eles foram surpreendidos por uma avalanche, e tiveram que fugir. Alguns tentaram voltar ao acampamento, mas morreram de hipotermia na escuridão, e outros foram enterrados pela neve. Por mais que isso parecesse provável, a análise do local mostrou que não havia indícios de uma avalanche.


5. Causa sobrenatural?

Nenhuma causa foi identificada com a investigação. Eles apenas concluíram que uma enorme força foi usada contra os mochileiros: uma que um ser humano provavelmente não seria capaz de fazer. Os corpos dos indivíduos pareciam ter sido submetidos a uma grande pressão e a altos níveis de radiação. Segundo o chefe da investigação, Lev Ivanov testemunhas alegaram ter visto esferas voadoras brilhantes na região.

O caso continuou causando questionamentos. Em 2013, o produtor de cinema e televisão americano Donnie Eichar divulgou sua teoria, resultado de cinco anos de pesquisa. Ele acredita que eles foram vítimas do que ele chama de tempestade perfeita — um minitornado extremamente violento, que produz um ruído ensurdecedor. A enorme quantidade de infrassom gerada poderia ter causado uma sensação de loucura nos estudantes. No entanto, nada foi confirmado e o mistério continua até os dias de hoje.


+Saiba mais sobre a União Soviética através das obras abaixo disponíveis na Amazon:

O último império: Os últimos dias da União Soviética, Serhii Plokhy (e-book) - https://amzn.to/2pRjTjz

História da União Soviética, Peter Kenez (2007) - https://amzn.to/2N6dpoE

A Invasão da União Soviética Pela Alemanha Nazista em 1941, Will Fowler (2015) - https://amzn.to/2pVvlud

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W