Curiosidades » Persoagens

5 histórias inacreditáveis de pessoas que desceram as Cataratas do Niágara

Fazendo uso de barris e muita coragem, essas pessoas arriscaram a vida e entraram para a história — mas nem todos sobreviveram ao experimento radical

Alana Sousa Publicado em 19/07/2020, às 11h00

Imagem das Cataratas do Niágara
Imagem das Cataratas do Niágara - Divulgação/Pixabay

As famosas Cataratas do Niágara são um agrupamento marinho localizado no rio Niágara, entre a fronteira do estado norte-americano de Nova Iorque e da província canadense de Ontário. Atrativo ponto turístico, as cataratas chamam atenção pela beleza natural e desperta o lado aventureiro dos visitantes.

Em outubro de 1829, Sam Patch, pulou as quedas do lado canadense, tornando-se a primeira pessoa a sobreviver a queda que, tecnicamentem, era menor do que descer, de fato, as cataratas. O fato deu início a uma disputa de pessoas que buscavam viver uma experiência radical e outras que queriam, mais que tudo, fama.

Foram muitos aventureiros que desceram as cataratas e perderam a vida ou tiveram graves ferimentos. Confira a seguir alguns sortudos que foram corajosos o suficiente para viver e contar a história — e outros que morreram tentanto

1. Kirk Jones (2003)

Em 2003, Kirk Jones realizou a proeza de descer as Cataratas do Niágara estando completamente embriagado. Na época, com 40 anos, o homem residia em Canton, no Canadá, apesar de ser americano. Certo dia, após uma noite de bebedeira com os amigos, um deles lhe desafiou a pular sem as vestes de segurança nas águas selvagens.

Montagem de Kirk Jones e a bola que fez parte de sua última aventura / Crédito: Divulgação / YouTube

 

Após pular nas cataratas, Jones ficou desaparecido e só foi encontrado pela manhã, com costelas quebradas e uma lesão na espinha. Ele explicou para a equipe de resgate que o episódio teria sido uma tentativa de suicídio, contestado por amigos e familiares.

Apesar de sair — quase — ileso, Kirk foi multado em US$ 2.300, além de ser enviado de volta aos EUA e ser banido de entrar no Canadá novamente. Anos mais tarde tentou repetir a aventura em uma bola inflável, com menos sorte, ficou sumido por duas semanas até que seu corpo foi encontrado, sem vida.


2. Robert Overacker (1995)

Robert Overacker planejou um espetáculo radical, em 1995, para a sua descida nas cataratas. Com 39 anos, o americano era formado em uma escola de acrobacias na Califórnia. Incentivado por amigos, sua ideia era atravessar a catarata mais famosa do mundo com um veículo motorizado.

Trechos do vídeo onde Robert de atira do jet ski ao atingir a queda / Crédito: Divulgação / Youtube / Schmitt

 

Um jet ski, com o auxílio de um paraquedas, seria lançado contra a queda d’água. Apesar do show, o motivo seria por uma boa causa: amparo aos sem-teto. Quando chegou ao local, seu veículo estava cheio de adesivos com os dizeres “Salve os sem-teto!”.

Em outubro de 1995, em um dia de sol, entrou no parque de maneira silenciosa, evitando chamar atenção dos guardas. Robert mirou na correnteza e atirou-se de cima. Ao ativar o paraquedas, a propulsão do foguete desprendeu a ferramenta de seu corpo, o deixando sem nenhuma segurança. Seu corpo foi resgatado por um barco de passeio que assistia o momento.


3. Karel Soucek (1984)

Karel Soucek era um dublê profissional tcheco que, em um episódio frenético, decidiu atirar-se nas águas ferozes das Cataratas do Niágara — e viveu para contar a história. Morando no Canadá, o homem de 37 anos decidiu realizar o feito dentro de um barril que ele mesmo projetara.

Karel Soucek ao lado de sua cápsula / Crédito: Divulgação

 

Com 2,7 metros de comprimento e um formato cilíndrico, o barril era feito de madeira e plásticos leves, produzido sob encomenda. Karel pensara em tudo: por dentro, almofadas seriam usadas para absorver os choques da queda.

No céu nublado de julho, Soucek colocou o plano em prática. O barril foi liberado no Rio Niágara, a mil metros de distância das cataratas. Após 45 minutos, Karel saía ileso da cápsula. Pagou uma multa de 500 dólares e ficou famoso. Um ano depois, morreu em outra aventura: tentando cair de 60 metros, no alto estádio do Texas, dentro de uma piscina de 3 metros de largura.


4. Bobby Leach (1911)

Bobby Leach foi a segunda pessoa a descer as Cataratas do Niágara, realizando o corajoso ato em 25 de julho de 1911. Entre o momento do salto e o resgate, Leach vivenciou 22 intermináveis e radicais minutos. Apesar do aparente sucesso, o homem fraturou os dois joelhos, a mandíbula e também teve algumas escoriações, por isso, precisou passar seis meses no hospital.

Crédito: Wikimedia Commons

 

Já recuperado, Bobby começou a se vangloriar pelo êxito e até usou da experiência para ganhar dinheiro. Por quase uma década, viajou em turnê pelos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra, espalhando sua história de como conseguiu percorrer as cataratas do Niágara. Sempre mostrando à sua plateia as fotografias do barril amassado.

5. Annie Taylor (1901)

Professora aposentada, a Americana Annie Taylor tornou-se a primeira pessoa a descer as Cataratas do Niágara em um barril, no dia 24 de outubro de 1901 — durante o seu aniversário de 63 anos. Annie procurava uma forma de ganhar dinheiro, optou por uma escolha inusitada: arriscar a vida em uma queda, possivelmente fatal.

Annie Edson Taylor com seu barril que desceu as Cataratas / Crédito: Wikimedia Commons

 

Com um objetivo maior do que apenas ficar famosa, Taylor já não tinha como pagar as contas e seu marido havia morrido na Guerra Civil. Então, com a ajuda de dois assistentes, a mulher se amarou em um arnês de couro fixado dentro de um barril de madeira, a parte de cima foi tapada.

Demorou cerca de 20 minutos desde o momento que Annie havia pulado até o momento em que chegou à costa. Com um corte na cabeça, a outra coisa que chamava atenção quando ela ressurgiu do barril foi seu cabelo, emaranhado. Não conseguiu a fama ou o dinheiro que desejava, mas foi consolada recebendo o posto de Heroína das Cataratas do Niágara e inspirou outras pessoas a se arriscarem.


+Saiba mais sobre o tema por meio das obras disponíveis na Amazon

Until Niagara Falls, Jennifer Maruno (2020) - https://amzn.to/2EO94Tk

Wicked Niagara: The Sinister Side of the Niagara Frontier (English Edition), Lorna MacDonald Czarnota (2011) - https://amzn.to/2Znc3Mk

Where Is Niagara Falls?, Megan Stine (2011) - https://amzn.to/2ZjRRuJ

Niagara Falls in World War II, Michelle Ann Kratts (2016) - https://amzn.to/2QfPVPN

Frommer's EasyGuide to Toronto, Niagara and the Wine Country, Caroline Aksich (2019) - https://amzn.to/35WnsF9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W