Curiosidades » Brasil

5 livros para entender a realidade do sistema carcerário no Brasil

Saiba mais sobre as prisões brasileiras a partir de grandes obras disponíveis na Amazon

Victória Gearini Publicado em 01/12/2020, às 14h29

O Carandiru após a chacina
O Carandiru após a chacina - Wikimedia Commons

Segundo o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) — órgão ligado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública — o Brasil tem mais de 773 mil pessoas presas no sistema carcerário. Insalubridade das celas, abusos policiais e rivalidade entre facções criminosas são algumas das temáticas que permeiam a realidade das prisões no país. 

Confira abaixo 5 obras que retratam as prisões brasileiras:

1. Presos que menstruam, de Nana Queiroz (2015) - https://amzn.to/36r7Gol

Crédito: Divulgação / Record 

 

Nesta grande reportagem, a jornalista Nana Queiroz retrata o brutal cotidiano de mulheres encarceradas nas prisões brasileiras. Por meio de uma pesquisa minuciosa, a obra revela a história de diferentes personagens femininas que foram presas, humilhadas e torturadas pelo sistema prisional nos dias atuais. 


2. Estação Carandiru, de Drauzio Varella (1999) - https://amzn.to/2VkLUMT

Crédito: Divulgação / Companhia das Letras 

 

Vencedor do Prêmio Jabuti 2000, o livro Estação Carandiru, de Drauzio Varella, retrata casos específicos da população carcerária da extinta Casa de Detenção de São Paulo, o Carandiru. Por meio de uma escrita envolvente, o autor revela a realidade dos presídios brasileiros.


3. Prisioneiras, de Drauzio Varella (2017) - https://amzn.to/2HXl7Dh

Crédito: Divulgação / Companhia das Letras 

 

Em 1989, Drauzio Varella tornou-se médico voluntário em penitenciárias brasileiras, sendo a primeira a extinta Casa de Detenção de São Paulo, o Carandiru. Nesta última trilogia literária do autor, ele resgata os últimos 11 anos de atendimento na Penitenciária Feminina da Capital, que abriga mais de 2 mil presas. Particularidades, isolamento, solidão e doenças são algumas das problemáticas que permeiam a vida das detentas, e que são amplamente relatadas nesta memorável obra. 


4. Regime fechado, de Débora Driwin Rieger Zanini (2016) - https://amzn.to/3lrMjaL

Crédito: Divulgação / Lura Editorial

 

A partir do olhar cronista da juíza catarinense Débora Zanini, a autora revela diferentes histórias que presenciou ao longo de sua carreira. Com relatos e abordagens fiéis, a escritora apresenta histórias que vão desde fugas frustradas, presos comportados, traficantes perigosos, até internos terem um sapo como animal de estimação.


5. Cadeia, de Debora Diniz (2015) - https://amzn.to/3mtYDsj

Crédito: Divulgação / Civilização Brasileira 

 

Por meio de 50 textos exclusivos, a escritora Debora Diniz narra o que presenciou durante um período de 6 meses em que visitou o Presídio Feminino do Distrito Federal. Este livro foge do formato comum de reportagem ou de denúncia, buscando apresentar trajetórias reais de mulheres surpreendentes e com histórias emocionantes.


+Adquira as obras listadas por meio da Amazon:

1. Presos que menstruam, de Nana Queiroz (2015) - https://amzn.to/36r7Gol

2. Estação Carandiru, de Drauzio Varella (1999) - https://amzn.to/2VkLUMT

3. Prisioneiras, de Drauzio Varella (2017) - https://amzn.to/2HXl7Dh

4. Regime fechado, de Débora Driwin Rieger Zanini (2016) - https://amzn.to/3lrMjaL

5. Cadeia, de Debora Diniz (2015) - https://amzn.to/3mtYDsj

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W