Curiosidades » Cultura

De Marilena Chaui a Hannah Arendt: 5 obras de grandes pensadoras

Confira obras emblemáticas de cinco mulheres que valem a pena ler!

Redação Publicado em 01/03/2021, às 14h20

Marilena Chaui e Hannah Arendt, respectivamente
Marilena Chaui e Hannah Arendt, respectivamente - Creative Commons

1. Sobre o autoritarismo brasileiro, de Lilia Schwarcz (2019) - https://amzn.to/3ra3Isf

Crédito: Divulgação / Companhia das Letras 

 

Ao investigar a herança da escravidão no Brasil e as lógicas de dominação do sistema colonial (e suas permanências no presente), a autora expõe as raízes do autoritarismo no
país e nos ajuda a entender por que fomos e somos uma nação muito mais excludente
do que inclusiva.


2. Memórias da plantação: Episódios de racismo cotidiano, de Grada Kilomba (2019) - https://amzn.to/3uGekRL

Crédito: Divulgação / Cobogó

 

Uma compilação de pequenas histórias psicanalíticas sobre o racismo, desde as políticas de exclusão até as políticas de identidade, passando pelos insultos raciais. Ao expor a violência e os traumas gerados por  ela, a obra desmonta a normalidade do racismo.


3. O que É Ideologia, de Marilena Chaui (2001) - https://amzn.to/303KM2k

Crédito: Divulgação / Editora Brasiliense 

 

Além de explicar o conceito da palavra e seu real sentido, a filósofa e historiadora apresenta uma análise histórica, social e política ressaltando o caráter multifacetado da ideologia, com mecanismos que mascaram a realidade social e que permitem legitimar a exploração e a dominação.


4. Problemas de gênero: Feminismo e subversão da identidade, de Judith Butler (2003) - https://amzn.to/3r7JeR1

Crédito: Divulgação / Civilização Brasileira 

 

Neste livro, a autora apresenta uma análise de um dos principais fundamentos do movimento feminista: a identidade. E traz questões sobre a multiplicidade de sexualidades, contribuindo para a renovação crítica dos pensamentos de hoje.


5. Origens do totalitarismo, de Hannah Arendt (2013) - https://amzn.to/2OgFU7G

Crédito: Divulgação / Companhia de Bolso

 

Obra retrata a história dos movimentos políticos totalitários, como o antissemitismo na Europa Central e Ocidental nos anos 1800; o imperialismo colonial europeu desde 1884 até a deflagração da Primeira Guerra Mundial; e, depois, discorre sobre a Alemanha nazista e a Rússia stalinista.


+Adquira as obras listadas por meio da Amazon:

1. Sobre o autoritarismo brasileiro, de Lilia Schwarcz (2019) - https://amzn.to/3ra3Isf

2. Memórias da plantação: Episódios de racismo cotidiano, de Grada Kilomba (2019) - https://amzn.to/3uGekRL

3. O que É Ideologia, de Marilena Chaui (2001) - https://amzn.to/303KM2k

4. Problemas de gênero: Feminismo e subversão da identidade, de Judith Butler (2003) - https://amzn.to/3r7JeR1

5. Origens do totalitarismo, de Hannah Arendt (2013) - https://amzn.to/2OgFU7G

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W