Curiosidades » Entretenimento

5 obras para conhecer Berlim Oriental, após a Segunda Guerra

Durante a Guerra Fria, o lado oriental foi comandado pela União Soviética, até que em novembro de 1991 o Muro de Berlim foi derrubado

Redação Publicado em 21/10/2019, às 15h15 - Atualizado às 15h20

Alemães sobre o Muro de Berlim no dia de sua queda
Alemães sobre o Muro de Berlim no dia de sua queda - Wikimedia Commons

1. Berlim: 1961: Kennedy, Khruschóv e o lugar mais perigoso do mundo, de Frederick

[Colocar ALT]
Crédito: Companhia das Letras

Kempe (2013)

Livro narra os bastidores da divisão do país pelo olhar do autor, um jornalista que trabalhou por mais de 25 anos no Wall Street Journal  e foi correspondente internacional na Alemanha ocupada por potências bélicas do pós-guerra, período que se tornou necessário para compreender os desdobramentos da Guerra Fria.

 

 

 

 

 

 

 

[Colocar ALT]
Crédito: Companhia das Letras

2. Stasilândia, de Anna Funder (2008)

Com tradução de Sergio Tellaroli, a obra traz uma análise investigativa, escrita à maneira de um romance, sobre um socialismo sustentado em boa parte pelo aparato policial da Stasi — a polícia secreta da ex-Alemanha Oriental. São relatos de vítimas e algozes que revelam as pequenas histórias de que é feita a História.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3. 1989: O ano que mudou o mundo: A verdadeira história da queda do Muro de Berlim,

[Colocar ALT]
Crédito: Zahar

de Michael Meyer (2009)

Para o autor, a imagem icônica de berlinenses orientais festejando no alto do Muro deve-se à casualidade e culminação de uma história. Seus argumentos estão neste livro, lançado para desconstruir os mitos que cercam o episódio e mostrar seus efeitos nos dias de hoje.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[Colocar ALT]
Crédito: Divulgação

4. A Vida dos Outros, de Florian Henckel von Donnersmarck (2006)

Filme retrata a paranoica vigilância exercida pela Stasi, abordando o tema da supressão das liberdades individuais. Para isso, conta a história de um dramaturgo que passa a ser vigiado. O oficial, por sua vez, fica fascinado pelas vidas que vigia e começa a questionar os métodos adotados pela própria Stasi.

 

 

 

 

 

 

 

 

[Colocar ALT]
Crédito: Wikimedia Commons

5. Adeus, Lênin!, de Wolfgang Becker (2003)

Utilizando a sátira para retratar a abertura da Alemanha Oriental, o filme se passa em 1989, quando uma professora identificada com o regime socialista entra em coma na Berlim Oriental e só desperta em 1990, após a queda do Muro. Seu filho decide esconder as mudanças para evitar que o choque piore seu quadro clínico.

 

 

 

 

 

 

 

 


Acesse os links abaixo para comprar os produtos:

1. Berlim: 1961: Kennedy, Khruschóv e o lugar mais perigoso do mundo, de Frederick Kempe (2013) - https://amzn.to/2o11gZI

2. Stasilândia, de Anna Funder (2008) - https://amzn.to/35WTwt8

3. 1989: O ano que mudou o mundo: A verdadeira história da queda do Muro de Berlim, de Michael Meyer (2009) - https://amzn.to/2VZm14N

5. Adeus, Lênin!, de Wolfgang Becker (2003) - https://amzn.to/2J9jyzr

Vale lembrar que os preços e quantidade disponível das obras condizem com os da data de publicação deste post. Além disso, a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.