Curiosidades » Bizarro

A bizarra saga dos órgãos genitais de Napoleão e Rasputin

Se não fosse por isso, as duas personalidades históricas não teriam nada em comum

Caio Tortamano Publicado em 12/09/2020, às 09h00

Monge russo Rasputin (esq.) e general francês Napoleão (dir.)
Monge russo Rasputin (esq.) e general francês Napoleão (dir.) - Wikimedia Commons

Quando um ser humano vem a óbito, muitas decisões precisam ser tomadas com cuidado. Agora, tente imaginar essa situação diante de nomes que têm relevância histórica. Nos casos de Rasputin e Napoleão, as pessoas que cuidaram de seus restos mortais tiveram que encarar problemas bizarros: o destino dos órgãos sexuais.

Um bruxo na corte

O monge Grigori Rasputin ganhou espaço na alta corte russa czarista de Nicolau II, depois que milagrosamente curou as crises causadas pela hemofilia de Alexei, filho do líder da Rússia. Com isso, Rasputin passou a ser uma das figuras principais da Rússia Czarista.

A escalada do suposto religioso se deu após conquistar uma polêmica legião de fiéis que acreditavam que o homem, líder de uma seita, fornecia profecias extremamente reais, por meio de rituais insólitos — que envolviam sexo.

Com o crescimento de oposicionistas ao regime do Czar, Rasputin também se tornou alvo da corte. Não demorou para que fosse morto. Revolucionários arquitetaram a morte do homem em um episódio digno de um roteiro de filme.

Antes disso, porém, por conta dos rumores de toda a devassidão do monge, e de que seria amante da Czarina Alexandra, esposa de Nicolau, resolveram remover o órgão sexual do bruxo antes de jogar o cadáver num rio. 

Aparentemente, o pênis de Rasputin possui mais de 28 centímetros. Essa descrição foi dada por Igor Knyazkin, que guardou o pênis do bruxo no Museu de Sexo e Erotismo em São Petersburgo.

Pênis de Rasputin / Crédito: Wikimedia Commons

 

O ponto alto de todo o acervo do museu é a exposição do massivo pênis que Knyazkin teria adquirido por 8 mil dólares na França, junto com arquivos escritos a mão que pertenceram a Rasputin.

Napoleão e o órgão viajante

Ao morrer em 1821, o general francês Napoleão Bonaparte deixou claro no seu testamento que braceletes feitos com os fios de seu cabelo deveriam ser entregues aos seus familiares, todavia, o que não estava previsto era que o médico responsável por sua "necrópsia" também removeria o pênis.

O membro foi ofertado a um padre, que levou os restos até a Córsega, local de nascimento do destituído imperador. Sem muitas informações a respeito, quase 100 anos depois o órgão acabaria nas mãos de um colecionador britânico.

Depois, a relíquia passou de mão em mão, até ser exposto em 1927, na cidade de Nova York, por um negociante de livros, que comprou o órgão três anos antes. Foi em 1977 que o urologista John Lattimer, notório por ter investigado as mortes de Lincoln e Kennedy, desembolsou três mil dólares para comprar o pênis encolhido.

O pênis de Napoleão Bonaparte / Crédito: Divulgação

 

Até a sua morte, em 2007, Lattimer não deixava ninguém ver o pênis de Napoleão, guardando debaixo de sua cama em uma caixa de couro — desgastando o membro por conta da péssima preservação. Depois que faleceu, passou para a posse de sua filha Evan, que também deixou o objeto guardado.


+ Saiba mais sobre o tema através de obras disponíveis na Amazon:

Napoleão: Uma vida, de Vincent Cronin - https://amzn.to/2WEjwFc

Waterloo: A história de quatro dias, três exércitos e três batalhas, de Bernard Cornwell - https://amzn.to/32c1Ba3 

Rússia contra Napoleão: A batalha pela Europa, de 1807 a 1814, de Dominic Lievin - https://amzn.to/32exuPk

O último tsar: Nicolau II, a Revolução Russa e o fim da Dinastia Romanov - https://amzn.to/2WpbqjG

Os Romanov: O fim da dinastia - https://amzn.to/2otO67Q

As Irmãs Romanov – A Vida das Filhas do Último Tsar - https://amzn.to/34f3IeD

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W