Curiosidades » Reino Unido

Afinal, o que acontecerá após a morte da rainha Elizabeth II?

Uma operação "secreta" que planeja o que fazer após o óbito da monarca está em vigor desde 1960

Daniela Bazi Publicado em 17/04/2020, às 14h00

Foto oficial da rainha Elizabeth II
Foto oficial da rainha Elizabeth II - Wikimedia Commons

Aos 93 anos, a rainha Elizabeth II é a monarca que está a mais tempo no trono britânico. Em seus 67 anos de reinado, a rainha já teve cerca de 14 primeiros-ministros. Entretanto, o que acontecerá após a sua morte já está planejado e é guardado desde 1960.

O nome da operação secreta, que é atualizada todos os anos, é London Bridge is down, e conta com uma série de protocolos que devem ser seguidos. Primeiro, com o falecimento da rainha, seu secretário particular, Sir Christopher Geidt, deverá avisar com urgência o primeiro-ministro britânico Boris Johnson.

Então, Boris deverá passar a informação para todos os países da Commonwealth, para que uma declaração possa ser emitida ao Associado de Imprensa e a BBC, através de um alerta feito por transmissão de rádio conhecido como RATS.

Para avisar os funcionários próximos a rainha, será utilizado o código “London Bridge”, enquanto para os funcionários públicos será “London Bridge is down”. Para o público geral, o aviso será dado através de uma declaração no site real e de uma placa, que será posicionada do lado de fora do Palácio de Buckingham.

Após o aviso geral, haverá pelo menos 12 dias de luto nacional antes do funeral. A Grã-Bretanha provavelmente vai parar durante esses dias, custando bilhões à economia do Reino Unido. Bancos e bolsas devem fechar, além de haver interrupções na programação televisiva.

O dia do funeral da rainha deverá se tornar feriado nacional, assim como a coroação do próximo monarca. Charles, o Príncipe de Gales e primeiro na linha de sucessão, se tornará rei automaticamente com a morte de Elizabeth. Na noite do mesmo dia, ele deve fazer um pronunciamento à nação.

Charles poderá optar por manter o seu nome, tornando-se rei Charles III, ou escolher um de seus outros nomes. Sua esposa Camilla, a Duquesa de Cornualha, se tornará rainha consorte, enquanto seu filho William passa a ser o primeiro na linha de sucessão, e assume o título de Príncipe de Gales.


+Saiba mais sobre a família real por meio das obras disponíveis na Amazon:

Vitória, a rainha: Biografia íntima da mulher que comandou um Império, Julia Baird (2018) - https://amzn.to/2Y80QOZ

Elizabeth I - O Anoitecer de um Reinado, Margaret George (2012) - https://amzn.to/37YWSg4

História concisa da Grã-Bretanha, W. A. Speck (2013) - https://amzn.to/2qcqSnA

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3b6Kk7du