Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Curiosidades / Entretenimento

Além de Depp e Heard: Outros casais de Hollywood que não terminaram bem

Traições, brigas e problemas conjugais levaram a divórcios turbulentos extremamente noticiados por tabloides

Redação Publicado em 05/06/2022, às 08h00

Os ex-casais de atores Brad Pitt e Jennifer Aniston; e Ethan Hawke e Uma Thurman - Getty Images
Os ex-casais de atores Brad Pitt e Jennifer Aniston; e Ethan Hawke e Uma Thurman - Getty Images

Nessa semana, os jornais do mundo inteiro noticiaram o resultado do processo envolvendo Amber Heard e Johnny Depp, numa disputa judicial que chegou ao fim depois de quase dois meses de muita polêmica nas redes sociais, que acompanharam tudo atentamente.

As duas estrelas foram condenadas por difamação, enquanto a atriz de “Aquaman” levou o maior prejuízo e deverá pagar uma indenização de US$ 8,35 milhões ao ex-marido por tê-lo difamado com o artigo publicado em 2018 em que o acusava de violência doméstica.

No caso do astro de “Piratas do Caribe”, ele deverá desembolsar US$ 2 milhões para indenizar a ex-esposa por um de seus advogados ter chamado as acusações de Heard contra o ator de “farsa”.

Esse, no entanto, é apenas o mais recente caso de casais de Hollywood que não terminou bem. Na verdade, os tabloides estão recheados de fofocas de traição, brigas e todos os tipos de problemas matrimoniais de celebridades que levam a divórcios televisionados.

Fim de contos de fadas

Muitos casais de celebridades de Hollywood começam seus relacionamentos como contos de fadas da vida real — ou pelo menos essa é a imagem que eles conseguem mostrar para o público, que acompanha tudo como pode.

Uma das duplas mais famosas, que quebrou corações quando anunciou o divórcio, foi Brad Pitt e Angelina Jolie. Os dois já não tinham se conhecido em circunstâncias tão favoráveis; eles teriam se conhecido enquanto estavam gravando "Sr. e Sra Smith", em 2005.

Angelina Jolie e Brad Pitt em 2015 / Crédito: Getty Images

Naquela época, Pitt ainda era casado com Jennifer Aniston, o que o fez passar pelo seu primeiro divórcio turbulento após um relacionamento de dez anos e dois anos de casado. Em 2016, seria a vez de se separar de Jolie, mas lutando pela guarda dos filhos.

Pelo que se sabe, os dois ainda estão travando uma briga na Justiça dos Estados Unidos para saber como fica a situação dos filhos e, ainda, das enormes propriedades que possuem juntos. Os dois têm seis filhos: Shiloh, os gêmeos Knox e Vivienne, Pax, Zahara e Maddox.

Brad Pitt e Jennifer Aniston em 2002 / Crédito: Getty Images

Causa do divórcio: traição

Embora traição entre os próprios famosos seja uma coisa comum em Hollywood, mais comum ainda é um deles trair o companheiro com alguém que não esteja inserido nesse mundo de celebridades. Na verdade, não faltam exemplos de casos assim.

Uma Thurman e Ethan Hawke, por exemplo, foram casados por sete anos até se divorciarem em 2003. O motivo? A atriz descobriu que o então marido tinha um caso com a babá de seus filhos, Levon e Maya.

O casal em 2002 / Crédito: Getty Images

Além de ter sido o estopim do divórcio, o relacionamento extraconjugal de Hawke acabou, inclusive, se tornando casamento cinco anos mais tarde, quando ele decidiu se unir oficialmente com Ryan, a mulher com quem havia traído Thurman.

Arnold Schwarzenegger também acabou com o seu casamento com Maria Shriver por ter traído a esposa com a governanta da própria casa. Os dois foram casados entre 1986 e 2021 e o caso fora do relacionamento gerou um filho, Joseph Baena.

Em entrevista ao programa 60 Minutes, ele relatou a situação: "Eu acho que foi a coisa mais estúpida que eu fiz no relacionamento inteiro. Foi terrível. Eu infligi uma dor tremenda em Maria e uma dor inacreditável em nossos filhos".

Arnold Schwarzenegger e Maria Shriver em 2002 / Crédito: Getty Images

Outro casamento que foi terminado por uma traição foi o de Sandra Bullock com Jesse James, apresentador e fabricantes de motos. Na época, ele inclusive chegou a culpar a ex-esposa pelo erro cometido na relação, que durou de 2005 a 2010.

O casal em premiação / Crédito: Getty Images

Em uma entrevista de rádio, James disse: “Eu estava desesperado para encontrar algo que me trouxesse algum senso de liberdade”. No entanto, ao programa de televisão Nightline, pediu desculpas: "Eu peguei uma vida e um casamento incríveis e joguei fora. Sou o homem mais odiado do mundo neste momento".