Curiosidades » Crimes

Conheça os casos bizarros da primeira parte de Mistérios sem Solução

De Rey Rivera a Lena Chapin, a série documental da Netflix já denunciou seis episódios insólitos que seguem sem qualquer resposta; segunda parte da série já tem data de estreia. Confira!

Pamela Malva Publicado em 27/09/2020, às 08h00

Cena da série Mistérios sem Solução
Cena da série Mistérios sem Solução - Divulgação/Netflix

Com encenações, muitas entrevistas e casos que não apresentam qualquer conclusão, Mistérios Sem Solução tornou-se a série documental da vez na Netflix. Popular desde os anos 1980, a versão atual trouxe seis novos suspenses que realmente aconteceram.

Além das recentes narrativas, a produção também deixou de lado o ar assustador, permitindo que as investigações fossem o centro das atenções. Tratando do luto de pessoas que, de fato, perderam entes queridos, a série não deixa de ser emocionante.

Tamanho foi o sucesso da produção que os amantes de mistérios já podem esperar por novos episódios, confirmada pela Netflix em agosto. Já gravados e produzidos, outros seis novos episódios serão transmitidos pela plataforma a partir de 19 de outubro.

Pensando nisso, o site Aventuras na História separou os principais episódios da primeira parte de Mistérios sem solução.

1. Mistério no telhado - Rey Rivera

Fotografia de Rey Rivera em uma piscina / Crédito: Divulgação/Netflix/Mistérios sem Solução/2020

 

Rey Rivera desapareceu em maio de 2006, após receber uma misteriosa ligação telefônica. Na ocasião, o homem de 32 anos saiu às pressas de casa e só foi encontrado dias depois, morto, em uma sala de conferências do luxuoso Belvedere Hotel.

Em um primeiro momento, a polícia suspeitou que o caso se resumia em um suicídio — Rey teria pulado do topo do suntuoso hotel. A falta de evidências concretas e vários fatores bizarros, como algumas anotações da vítima, no entanto, sugerem o contrário.


2. Treze minutos - Patrice Endres

Fotografia de Patrice Endres ao lado do filho / Crédito: Divulgação/Netflix

 

No dia 15 de abril de 2004, a cabeleireira Patrice Endres saiu para trabalhar normalmente, como fazia todos os dias. Morando com o filho e com o marido na Geórgia, no entanto, ela nunca mais voltou para casa e ninguém soube apontar seu paradeiro.

Durante as investigações, oficiais descobriram que uma janela de 13 minutos na rotina de Patrice revelava o teria acontecido com a mulher. Mais de um ano depois, em dezembro de 2005, os restos decompostos da vítima foram encontrados na floresta. O assassino? Nunca foi identificado.


3. Casa do terror - Família Dupont de Ligonnes

Foto da família Dupont de Ligonnes / Crédito: Divulgação/ YouTube/ EuroNews

 

Em meados de 2011, familiares, amigos e vizinhos perceberam um comportamento estranho vindo da família Dupont de Ligonnes. Com uma linda casa na França, os quatro jovens e seus pais desapareceram sem deixar vestígios.

A polícia foi chamada e o estranho caso começou a ser estudado. Enterrados no jardim da casa vazia, os corpos de cinco integrantes da família foram encontrados. Faltava apenas um Dupont de Ligonnes, o principal suspeito do crime, que sumiu do mapa.


4. Sem carona - Alonzo Brooks

Foto de Alonzo Brooks / Crédito: Divulgação/ Netflix

 

Em abril de 2004, Alonzo Brooks, um jovem de 23 anos, foi para uma festa com os amigos. Divertido e um pouco tímido, o jovem acabou descobrindo novas amizades, mas também sofreu diversas injúrias raciais no evento, do qual nunca mais retornou.

Pouco menos de um mês depois, a família de Alonzo encontrou o corpo do jovem já em decomposição, nas proximidades do local onde a festa havia acontecido. Ele não tinha quaisquer sinais de afogamento, ou de grandes fraturas. Seu assassino, contudo, nunca foi encontrado e o mistério já dura 16 anos.


5. Óvni de Berkshire

Foto de Melanie Kirchdorfer / Crédito: Divulgação: News Archive/Netflix

 

Você acredita em extraterrestres? Pois saiba que, em meados dos anos 1960, quatro diferentes famílias, sem conexão entre si, alegaram ter sido raptadas e depois devolvidas por um objeto voador não identificado.

O episódio controverso ficou conhecido como o caso do Óvni de Berkshire. Mesmo décadas mais tarde, Tommy Warner, Melanie Kirchdorfer, Thomas Reed e Jane Green têm certeza do que viram e das coisas que sentiram naquele dia em setembro de 1969.


6. Testemunha desaparecida - Lena Chapin

Retrato de Lena Chapin / Crédito: Divulgação / News Archive / Netflix

 

Não é raro encontrar jovens que reclamam de suas relações com os pais. No caso das filhas de Sandy Klemp, todavia, as coisas são um pouco mais complicadas. Acusada pela própria filha de matar Gary McCullough, a mulher é suspeita de outros crimes.

Isso porque, em 2006, Lena Chapin, de 17 anos, desapareceu após afirmar para seu tio que Sandy teria cometido o assassinato. Mais estranho anda, a menina, única testemunha do caso, sumiu quando Sandy estava prestes a enfrentar seu julgamento.


+Saiba mais sobre temas relacionados através das obras abaixo, disponíveis na Amazon:

Serial Killers - Anatomia do Mal: Entre na mente dos psicopatas, de Harold Schrechter (2019) - https://amzn.to/39YVlGK

De frente com o serial killer, de Mark Olshaker e John E. Douglas (2019) - https://amzn.to/2UX47R4

Lady Killers: As mulheres mais letais da história, de Tori Telfer (2019) - https://amzn.to/3c7BoPb

Mindhunter: O Primeiro Caçador de Serial Killers, de John Douglas e Olshaker Mark (2017) - https://amzn.to/2xccb7L

Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, de Ann Rule (2019) - https://amzn.to/3cauuc9

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, a Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/2w5nJJp

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2yiDA7W